Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mais de 4 milhões de pessoas já foram vacinadas contra a Covid-19 no mundo

Número se refere a dados de 12 países, incluindo Estados Unidos, China, Reino Unido, Canadá e Rússia

Por Giulia Vidale Atualizado em 28 dez 2020, 19h16 - Publicado em 28 dez 2020, 19h15

Mais de 4,3 milhões de pessoas em 12 países já foram vacinadas contra a Covid-19. Este número se refere a dados dos Estados Unidos, China, Reino Unido, Israel, Bahrein, Canadá, Rússia, Alemanha, Chile, México, Dinamarca e Costa Rica, compilados pelo portal Our World in Data.

Entre estes, os países com maior taxa de vacinação por 100 habitantes até o momento são: Israel, com 4,37; Bahrein (3,23), Reino Unido (1,18) e Estados Unidos (0.59). No mundo, ao menos 42 países já começaram a vacinação contra a Covid-19. Além dos citados acima, integram a lista Omã, Kuwait, Emirados Árabes, Arábia Saudita, Noruega, Suíça e Servia.

Recentemente, a União Europeia também liberou a vacinação no bloco. Dos 27 países membros, 25 já começaram a vacinação. A Irlanda deve começar na terça, 29, e a Holanda prevê o início da imunização em janeiro.

O Brasil não tem uma data específica para iniciar seu programa de imunização, mas a expectativa é que isso aconteça no primeiro trimestre de 2021. No domingo, 27, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que alguns grupos prioritários devem começar a receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 no final de janeiro e que a imunização em massa deve começar a partir de fevereiro. A vacinação da população em geral deve começar aproximadamente quatro meses depois do término do grupo prioritário.

Atualmente, quatro empresas – Janssen, Astrazeneca/Fiocruz, Pfizer e Sinovac/Instituto Butantan – já entraram com o processo de submissão contínua na Anvisa para aprovação de um imunizante contra a Covid-19. Todas essas empresas realizam a fase 3 de testes clínicos no Brasil. Entretanto, nenhuma entrou com o pedido de aprovação de uso emergencial ou de registro da vacina. A expectativa é que ao três delas – Astrazeneca/Fiocruz, Pfizer e Sinovac/Instituto Butantan façam isso em janeiro.

Nesta segunda-feira, 28, o Brasil registrou uma média móvel de 34.459,1 novos casos e 611,3 óbitos pela Covid-19.

Continua após a publicidade
Publicidade