Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Incidente nacional é declarado após poliovírus ser achado em Londres

Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido detectou causador da poliomielite em rede de esgoto das regiões norte e leste da cidade

Por Paula Felix 23 jun 2022, 19h38

A Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido (UKHSA, na sigla em inglês) declarou incidente nacional nesta quarta-feira, 22, após encontrar poliovírus, causador da poliomielite, em amostras de esgoto das regiões norte e leste de Londres, na Inglaterra, coletadas entre fevereiro e maio. De acordo com a entidade, foi encontrado o poliovírus tipo 2 derivado da vacina que, em casos raros, pode levar a eventos graves, como a paralisia nas pernas, que pode ser permanente. O poliovírus selvagem é considerado endêmico apenas no Paquistão e no Afeganistão atualmente, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O vírus da pólio apareceu durante a vigilância de rotina, que costuma encontrar um a três poliovírus ligados à vacinação em amostras de esgoto por ano. Eles geralmente estão relacionados a pessoas que receberam vacina oral com vírus vivo atenuado.

“A detecção sugere que é provável que tenha havido alguma disseminação entre indivíduos intimamente ligados no norte e leste de Londres e que agora eles estão eliminando a cepa de poliovírus tipo 2 em suas fezes”, informou, em nota, a agência. A UKHSA disse ainda que nenhum caso associado de paralisia foi relatado e que investigações estão sendo realizadas para verificar se há transmissão comunitária do vírus. O Reino Unido foi declarado livre da doença em 2003.

No status de incidente nacional, os profissionais de saúde são orientados a notificar imediatamente casos de suspeitos de paralisia flácida aguda e mielite (inflamação da medula espinhal) flácida aguda. Os sintomas a serem observados são episódios de rápido início de “fraqueza das extremidades do indivíduo, muitas vezes incluindo fraqueza dos músculos da respiração e deglutição, progredindo para gravidade máxima em dez dias”, segundo comunicado.

Outra medida é aumentar a cobertura vacinal contra a poliomielite, forma mais eficaz de evitar a disseminação do vírus e suas consequências, principalmente para a população infantil.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)