Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dormindo mal? O problema pode estar no seu travesseiro

Conheça os principais problemas de uma noite mal dormida atribuídos ao travesseiro

Uma noite de sono ruim não está conectada apenas a uma mente agitada ou a problemas de insônia. O travesseiro também pode influenciar na qualidade de vida de uma pessoa, afinal, dormir bem torna o dia produtivo e menos cansativo. Segundo o fisioterapeuta inglês Sammy Margo, a maioria das pessoas subestima a importância que um travesseiro de qualidade exerce na qualidade do sono.

Veja a seguir os principais problemas de uma noite mal dormida que podem ser atribuídos ao travesseiro.

1. Alergias

Um dos mais conhecidos causadores de alergia e asma são os ácaros, que podem se alojar no travesseiro caso ele não esteja limpo ou trocado de vez em quando (assim como as fronhas). Alguns dos sinais mais comuns de uma crise alérgica são chiado ao respirar, aperto no peito, coceira nos olhos, nariz e garganta. A Asthma and Allergy Foundation of America, nos Estados Unidos, recomenda que as pessoas optem por fronhas que tenham zíper e sejam à prova de poeira. Por serem feitas de um material com poros muito pequenos, esse modelo de fronha impede a passagem dos ácaros, assim como podem proporcionar alívio para as alergias.

Veja também

2. Tensão muscular

Dores no corpo durante o dia são um alerta para problemas na postura ao longo da noite. Para resolver essa questão, o travesseiro é tão importante quanto o colchão. O tamanho do travesseiro pode proporcionar melhor ângulo de conforto para suportar a curvatura da cabeça e do pescoço, evitando as tensões musculares. Se for muito alto ou baixo demais, os travesseiro pode causar dores no pescoço e no ombro pela manhã. Por isso, recomenda-se o uso de travesseiros grossos para pessoas que dormem de lado e, para quem dorme de costas, os achatados podem ser a escolha mais apropriada.

3. Travesseiro ou saco de pancada?

Se reajustar (ou socar) o travesseiro todas as noites antes de dormir é parte da sua rotina de sono, é provável que ele tenha passado da data de validade. Um travesseiro ruim dificulta o relaxamento do cérebro e do corpo, causando sono inadequado e fadiga durante o dia. Caso esteja com dúvidas se deve ou não trocá-lo, faça um teste simples: dobre-o ao meio. Se ele não voltar a posição inicial, é definitivamente hora de uma substituição.

Veja também

4. Acnes

Pode parecer ridículo, mas o travesseiro pode causar acnes sim! Segundo o dermatologista David Bank, do Centro de Dermatologia Estética e Cirurgia a Laser, nos Estados Unidos, a acne mecânica pode ser desencadeada por atrito ou contato com determinados materiais. “Quando sua fronha não é lavada ou trocada regularmente, um acúmulo de sujeira e óleo do ambiente, assim como resíduos da pele e dos cabelos, são transferidos de volta para a pele”, explicou Bank.

5. Sufocamento infantil

Alguns pais têm preferência por utilizar travesseiros ou apoios de cabeça ao colocar os bebês para dormir; entretanto, o FDA (Food and Drug Administration), agência americana responsável pela saúde pública do país, recomendou que os bebês durmam em superfícies planas, sem nenhum apoio para a cabeça. Um dos motivos para esse alerta está relacionado ao risco da síndrome da morte súbita do lactente (Sids), que ocorre frequentemente como resultado de sufocamento ou temperatura corporal elevada. O travesseiro é um dos itens que podem causar esses problemas.