Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Covid-19: vacina da Pfizer é eficaz em adolescentes, mostra estudo

Pesquisa com 2.260 pessoas e que ainda não foi publicada apontou que imunizante protegeu jovens entre 12 e 15 anos que receberam as duas doses

Por Adriana Dias Lopes Atualizado em 31 mar 2021, 19h56 - Publicado em 31 mar 2021, 08h23

Um novo estudo mostrou que a vacina produzida pela Pfizer e BioNTech é altamente eficaz em adolescentes. O trabalho, conduzido pelo Hospital Infantil de Cincinnati, nos Estados Unidos, mostrou que nenhuma infecção pelo novo coronavírus foi registrada em crianças de 12 a 15 anos imunizadas com o produto. Além disso, os adolescentes não apresentaram efeitos colaterais graves

LEIA TAMBÉM: A eficácia e segurança das vacinas contra Covid-19 em crianças e gestantes

Os pesquisadores, que ainda não publicaram o estudo em jornal científico, afirmam que o efeito de proteção entre os jovens pode ser ainda maior em relação aos adultos. O ensaio clínico incluiu 2.260 adolescentes com idades entre 12 e 15 anos. As crianças receberam duas doses da vacina com três semanas de intervalo – as mesmas quantidades e esquema usados para adultos – ou um placebo de água salgada.

Os trabalhos seguirão agora para uma nova etapa. Caso as conclusões sejam confirmadas e aprovadas pelos órgãos de saúde americanos, a vacina poderá começar a ser aplicada no país em alunos do ensino fundamental e médio.

Leia também:

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade