Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Como cuidar de cães e gatos no verão

Algumas medidas amenizam o sofrimento dos pets no calor

Não são somente os humanos que sofrem com o calor do verão. A estação também castiga os animais de estimação. “Os que mais sofrem são os cães de focinho curto, como buldogues e pugs, e os gordos, que têm mais calor do que os magros”, diz o veterinário Fernando Ibanez, presidente da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais – São Paulo.

Ao contrário dos humanos, cachorros não transpiram pela pele, mas sim pelo coxim, aquela almofadinha da pata, pelo focinho e pela boca – por isso o cão coloca a língua para fora da boca. Quando o focinho é curto, não há extensão suficiente para fazer a troca térmica.

Alguns cuidados melhoram o bem-estar dos animais durante a estação mais quente do ano.

*Fontes: Fernando Ibañez, presidente da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais de São Paulo (Anclivepa-SP) e Mauro Lantzman, veterinário e professor de psicobiologia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)