Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Veja Essa

As frases que marcaram a semana

Na política, eu vou dar um pit stop.

GERALDO ALCKMIN, ex-candidato à Presidência e peso-pesado do PSDB, decidindo trocar a lida partidária pelo aprimoramento das facetas de médico e professor

Será que não está na hora de termos um ministro do STF evangélico?

JAIR BOLSONARO, discursando em uma igreja da Assembleia de Deus. Emendou com um alerta: “Não me venha a imprensa dizer que estou misturando Justiça e religião”

À toa é que não existe.

MARCO AURÉLIO MElLO, ministro — católico — do STF, fazendo trocadilho com a palavra “ateu” e levando na brincadeira a declaração do presidente

O senhor descobriu o que é golden shower?

DANILO GENTILI, apresentador, resgatando, em entrevista com Jair Bolsonaro, a célebre dúvida presidencial em relação a essa prática sexual heterodoxa. Ele respondeu que não sabe nem quer saber porque está “um pouco velho para isso”

O Brasil é uma baleia ferida arpoada várias vezes que foi sangrando e parou de se mover. Precisamos retirar os arpões, consertar o que está equivocado.

PAULO GUEDES, ministro da Economia, conclamando todos os partidos a tapar os buracos do mamífero

Tem de ter um filtro entre o cérebro e a boca.

WILSON WITZEL, governador do Rio de Janeiro, em recado ao prefeito Marcelo Crivella, que havia criticado a decisão da Justiça de fechar uma avenida no Rio (Witzel é ex-juiz)

Agradeço o conselho do Witzel. Vou procurar o filtro na Harvard.

MARCELO CRIVELLA, ironizando o currículo do governador, que incluía um curso que ele nunca fez na universidade americana

Dois conteúdos, alface, matéria especial, cebola, picles e um pão com dicas para o exame. Aprovação no Enem!

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, parodiando uma propaganda da rede McDonald’s no seu site oficial para estimular os estudantes a se preparar para a prova nacional

Não parecemos uma nação, e sim uma torcida organizada.

MARTHA MEDEIROS, escritora, sobre a polarização política que divide os brasileiros

Ela disse — e está certa nisso — que é um problema muito complexo.

DONALD TRUMP, presidente dos Estados Unidos, revelando que falou sobre o Brexit com a rainha Elizabeth. Vazar conversas com a soberana é uma gafe incomensurável. Mas Trump é Trump

Este colonialismo, esta discriminação e este genocídio explicam as altas taxas de violência contra mulheres, meninas, pessoas 2SLGBTQQIA.

MARION BULLER, pesquisadora-chefe de um inquérito que expõe o alto número de mortes e desaparecimentos entre a população feminina de origem indígena no Canadá. A sigla interminável abrange, em inglês, “pessoas não binárias, lésbicas, gays, bissexuais, transgênero, não heterossexuais, questionadoras, intersexuais e assexuais”

Bom, Trillanes e eu somos parecidos, mas eu me curei.

RODRIGO DUTERTE, presidente sem filtro das Filipinas, insinuando que já foi gay, mas se tornou “homem novamente” quando conheceu a mulher, Elizabeth Zimmerman. O contexto da revelação foi uma menção aos gestos do adversário político, Antonio Trillanes, que Duterte julga típicos de homossexuais

 (Roberto Nemanis/VEJA)

Até os 84 eu não gostava de chocolate, gostava de fazer amor. Depois dos 84 a gente tem de se contentar com chocolate.

SILVIO SANTOS, apresentador de 88 anos, sobre os efeitos da idade

Isso é uma desgraça! Uma desgraça nacional! O presidente dos Estados Unidos é o melhor presidente do mundo!

MANIFESTANTE que, segundo a polícia, com “um objeto cortante ou pontudo”, furou um dos balões de Donald Trump de fralda e chupeta usados nos protestos contra a visita dele ao Reino Unido

Sabe aquela mulher que é considerada gostosa? Para a TV, ela é gorda, tá?

SAMARA FELIPPO, atriz, ao contar que, no início da carreira, só se considerava bem e feliz quando tomava remédios para emagrecer

Publicado em VEJA de 12 de junho de 2019, edição nº 2638

Envie sua mensagem para a seção de cartas de VEJA
Qual a sua opinião sobre o tema desta reportagem? Se deseja ter seu comentário publicado na edição semanal de VEJA, escreva para veja@abril.com.br