Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Datas

Aos 87 anos, morreu, em Houston, o astronauta americano John Young

Por Da Redação Atualizado em 4 jun 2024, 17h40 - Publicado em 12 jan 2018, 06h00

MORRERAM

John Young, astronauta americano, o nono dos doze homens que pisaram na Lua. Nasceu em São Francisco, na Califórnia, mas cresceu na Flórida. Na juventude, mudou-se para Atlanta, a fim de estudar engenharia aeronáutica. Foi piloto da Marinha e, em 1961, quando o presidente americano John Kennedy (1917-1963) anunciou os planos de desembarque na Lua, interessou-se pelo desafio. Ingressou na Nasa e, em 1962, foi um dos nove pilotos selecionados para o Gemini, o programa antecessor das missões Apollo, que levaram o ser humano a pousar em solo lunar. Em 1972, como integrante da tripulação da Apollo 16, Young finalmente pôs os pés no satélite natural da Terra. Onze anos mais tarde, em 1983, comandou a primeira empreitada de ônibus espaciais. Assim, tornou-se o único astronauta a ter voado nos três mais simbólicos projetos da Nasa: o Gemini, o Apollo e o dos ônibus. Aposentou-se em dezembro de 2004. Dia 5, aos 87 anos, de pneumonia, em Houston.

France Gall
France Gall Cantora francesa, gravou música polêmica e ganhou status de musa nos anos 60 e 70 (Pierre Verdy/AFP)

France Gall, cantora parisiense. Alcançou notoriedade aos 16 anos, com músicas direcionadas ao público adolescente. Ao longo da carreira, aprimorou seu estilo, conquistando a audiência mais madura e o gosto da crítica. Seu apreço pela arte surgiu em casa: a mãe, Cécile Berthier, vinha de uma família de coristas, e o pai, Robert Gall, era compositor. Foi ele quem a ajudou nas primeiras gravações. Sucessos da década de 60 ganharam fama em sua voz, como a polêmica Les Sucettes (1966) — Os Pirulitos —, que alude ao sexo oral. Depois de passar uma temporada na Alemanha, longe dos palcos, em 1974 ela retornou à França, e às paradas, com La Déclaration d’Amour, composta pelo marido, Michel Berger (1947-1992). Com ele emplacou outros projetos, a exemplo da peça musical Starmania (1978). Em 1993, descobriu um câncer de mama e, desde então, dedicava-se ao tratamento. Dia 7, aos 70 anos, de complicações da doença, em Paris.

Jerry Van Dyke
Jerry Van Dyke - Famoso por seus papéis em séries televisivas nos EUA (John Springer Collection/Corbis/Getty Images)

Jerry van Dyke, comediante americano. Ficou conhecido por seu papel na série de TV Coach (1989-1997). Nascido em Danville, em Illinois, era o irmão caçula do ator Dick van Dyke, que esteve em filmes marcantes como Mary Poppins (1964). Seguindo os passos dele, estreou na televisão na série G.E. True, em 1962, e, no mesmo ano, participou do programa The Dick van Dyke Show. Pelo trabalho em Coach, recebeu quatro indicações ao prêmio Emmy de melhor ator coadjuvante. Em 2015, sofreu um acidente de carro que deixou sua saúde fragilizada. Dia 5, aos 86 anos, no Arkansas.

Publicado em VEJA de 17 de janeiro de 2018, edição nº 2565

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.