Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

‘O diabo existe’, afirma associação internacional dos exorcistas

A declaração foi feita em resposta a padre que relativizou a existência do demônio. O tema tem sido recorrente no pontificado de Francisco

Por Adriana Dias Lopes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 28 ago 2019, 20h34 - Publicado em 27 ago 2019, 16h53

A declaração da Associação Internacional de Exorcistas (AIE) foi em resposta ao depoimento dado recentemente pelo padre Arturo Sosa Abascal, superior da Companhia de Jesus, à revista italiana Tempi, relativizando a existência do demônio. “É necessário entender os elementos culturais para se referir a esse personagem. Na linguagem de Santo Inácio, é o espírito maligno que leva você a fazer as coisas que vão contra o espírito de Deus. Existe como mal personificado em várias estruturas, mas não nas pessoas, porque não é uma pessoa, é uma forma de executar o mal”, disse o sacerdote.

Em comunicado oficial, a AIE, que reúne cerca de 350 exorcistas de trinta países, alertou para o fato de que as declarações do padre Abascal são “graves” e “desorientadas”, porque “a existência real do diabo, como sujeito pessoal que pensa e age e que fez a escolha de se rebelar contra Deus, é uma verdade de fé que sempre fez parte da doutrina cristã”.

A tradição litúrgica admite a existência do diabo e a ele se deve renunciar. Até a década de 60, aparecia facilmente nos sermões dos papas e bispos. Ele era citado sempre que os hierarcas da Igreja queriam assustar os fiéis ou, durante a Inquisição, justificar torturas e execuções de hereges. A partir das modernizações trazidas pelo Concílio Vaticano II, na década de 60, ele perdeu relevância.

Mas o tema voltou a ter destaque no pontificado de Francisco. O papa faz constante referências ao diabo em suas homilias. A primeira citação, lembre-se, foi um dia depois de sua eleição, aos cardeais que participaram do conclave, na Capela Sistina: “Quando não se confessa Jesus Cristo, confessa-se o mundanismo do diabo, o mundanismo do demônio”.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.