Clique e assine a partir de 9,90/mês

Senado gastará R$ 8,3 milhões com aluguel de carros

Valor cobre o uso de 85 veículos pelos parlamentares por um período de 30 meses

Por Da Redação - 26 jul 2017, 09h50

O Senado Federal vai gastar 8,3 milhões de reais no aluguel de 85 carros zero-quilômetro para os 81 senadores, o secretário-geral da Mesa, diretor-geral e a segurança do presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), por um período de 30 meses. Com isso, os gastos por ano serão em torno de 3,3 milhões de reais. O contrato foi firmado até meados de 2020.

Serão 83 veículos Nissan Sentra ao custo mensal de 3.200 reais por unidade e dois Hyundai Azera, por 6.800 reais cada um. Além do aluguel, o contrato prevê também lavagem, manutenção, seguro e combustível dos veículos. Não estão incluídos, entretanto, os gastos com os motoristas dos parlamentares, que ganham, em média, 5.000 reais por mês.

Procurado, Oliveira disse que o novo contrato é a “continuação” do anterior e não tem “nada de novo”. A assessoria de imprensa do Senado justificou que o valor obtido no último pregão, de 3,3 milhões de reais ao ano, é inferior ao contrato anterior, de 3,6 milhões de reais (sem considerar atualização do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, o INPC).

Até 2011, o Senado possuía uma frota de carros própria. A mudança, de acordo com a assessoria de imprensa da Casa, gerou uma economia superior a 2,6 milhões de reais.

Continua após a publicidade
Publicidade