Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Russomanno desiste de prefeitura e agora mira o Senado

Após sofrer três derrotas consecutivas, ele agora planeja voos mais altos no Legislativo

Por Marcela Mattos 29 nov 2020, 10h16

Após sofrer a terceira derrota consecutiva na disputa pela prefeitura de São Paulo, o deputado federal Celso Russomanno (Republicanos) começou a traçar um novo futuro político. A aliados que lhe perguntam sobre os próximos passos, ele já admite que não vai encarar uma nova disputa ao posto de alcaide.

Em conversa com a direção de seu partido no dia seguinte à eleição, Russomanno disse que agora vai manter o foco no Legislativo. Para 2022, pretende a reeleição na Câmara dos Deputados. Já na disputa seguinte, a depender das circunstâncias, vai tentar uma das duas cadeiras ao Senado.

Aliados de Russomanno afirmam ter em mãos pesquisas qualitativas que mostram que ele até é bem avaliado como deputado federal, mas a boa fama não é estendida à sua capacidade de gestão. “Faltou preparo para cuidar de São Paulo”, resume uma pessoa próxima ao parlamentar.

Nas eleições deste ano, o deputado federal viu, mais uma vez, sua campanha desmoronar. Russomanno contou com o apoio do presidente Jair Bolsonaro, que chegou a pedir votos e gravar vídeos para ele, mas mesmo assim não conseguiu ganhar apoio do eleitorado. Ao contrário. Após despontar como favorito, o candidato republicano amargou o seu pior resultado nas eleições, encerrando a disputa com 560.666 votos.

Em 2016, ele recebeu 789.986 votos e terminou em terceiro lugar. Em 2012, ele recebeu 1.324.021 votos, mas também acabou na terceira colocação.

Continua após a publicidade
Publicidade