Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lula e a megalomania: ‘Meu sucesso machuca adversários’

Ex-presidente perdeu mais uma oportunidade de explicar seu envolvimento com Rosemary de Noronha e com o esquema do mensalão

Em mais um surto de megalomania, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva atribuiu nesta quarta-feira as acusações de corrupção contra si à inveja. “O que mais machuca os meus adversários é o meu sucesso”, afirmou o ex-presidente, em um discurso de 42 minutos em evento com sindicalistas, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

Leia também:

Gurgel sobre Lula: ‘Nada deixará de ser investigado’

A ‘herança’ de Lula que atormenta o segundo ano de Dilma

Blog Maquiavel: O silêncio de Lula e os apelidos de infância

Ele chamou a atuação da oposição para lhe cobrar explicações de “jogo”. E avisou que, em 2013, passará a viajar pelo Brasil para ajudar a eleger governadores alinhados com seu projeto – seja ele qual for. “Para a alegria de muitos e a tristeza de outros, seguirei andando por este país.”

Na plateia, fácil de conquistar, sindicalistas e militantes do PT e de movimentos sociais. O evento era para marcar a posse do novo presidente do sindicato dos metalúrgicos do ABC, Rafael Marques, mas virou um ato de desagravo a Lula.

Faixas foram espalhadas pelo local com os dizeres: “Lula é meu amigo, mexeu com ele mexeu comigo”. Nos discursos, as lideranças fizeram questão de manifestar solidariedade ao ex-presidente, envolto em uma rede de corrupção sobre a qual até agora não deu nenhuma explicação.

(Com Estadão Conteúdo)