Clique e assine a partir de 9,90/mês

Governo dará 70 reais a cada integrante de família carente

Anúncio foi feito pela presidente Dilma Rousseff durante pronunciamento pelo Dia das Mães. Novo projeto será lançado nesta segunda-feira, no Planalto

Por Da Redação - 13 Maio 2012, 20h41

Em pronunciamento para comemorar o Dia das Mães, a presidente Dilma Rousseff anunciou neste domingo que o governo passará a distribuir 70 reais, como reforço ao atual programa Bolsa Família, a cada integrante de famílias consideradas extremamente pobres e que tenham pelo menos uma criança com até seis anos de idade. O novo projeto do governo, batizado de Brasil Carinhoso, será lançado oficialmente nesta segunda-feira em solenidade no Palácio do Planalto, em Brasília.

Pelo novo programa, os 70 reais per capita a integrantes de famílias carentes serão resultado de parceria dos governos federal, estaduais e municipais para consolidar o que a presidente considera “a mais importante ação de combate à pobreza absoluta na primeira infância”. “A ação Brasil Carinhoso irá tirar da miséria absoluta todas as famílias brasileiras que tenham crianças de zero a seis anos de idade. É uma ampliação e um reforço muito importante ao Bolsa Família”, disse Dilma Rousseff em pronunciamento de rádio e televisão, na noite deste domingo.

Creches – Além do benefício financeiro, o Brasil Carinhoso prevê construção e ampliação de creches por meio de convênios com entidades públicas e privadas, reforço em programas de saúde, com enfoque para o controle da anemia e do déficit de vitaminas, e distribuição gratuita de medicamentos contra a asma nas unidades da rede Aqui Tem Farmácia Popular.

Embora seja um programa de âmbito nacional, o Brasil Carinhoso dará atenção específica às crianças das regiões Norte e Nordeste. Conforme relato da presidente, 78% das crianças brasileiras em situação de pobreza absoluta vivem nessas duas regiões, e 60% delas vivem nos estados nordestinos. “O Brasil Carinhoso, mesmo sendo uma ação nacional, vai olhar com a máxima atenção para as crianças dessas duas regiões mais pobres do país, para o Norte e para o Nordeste”, afirmou a presidente.

Continua após a publicidade
Publicidade