Clique e assine a partir de 9,90/mês

Eleito em 2017, Amazonino lidera e pode vencer pela quinta vez no AM

Tradicional político do Amazonas, ele voltou ao governo no ano passado para um mandato-tampão após cassação de José Melo (Pros) por compra de votos

Por Estêvão Bertoni - 26 ago 2018, 09h41

Na segunda eleição para escolher o governador do Amazonas em apenas dois anos, Amazonino Mendes, do PDT, que concorre à reeleição, lidera as pesquisas de opinião e pode ser eleito pela quinta vez para comandar o estado.

Em agosto do ano passado, ele venceu a disputa para um mandato-tampão depois que José Melo (Pros), vitorioso nas urnas em 2014, foi cassado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) acusado de compra de votos. Melo chegou a ser preso no final do ano passado sob acusação de integrar uma quadrilha que desviava recursos da saúde.

Mas a marca da eleição extra do ano passado foi a insatisfação dos eleitores: 43% não votaram em nenhum candidato (nesse bolo, entram os votos nulos, brancos e as abstenções). Amazonino, um dos mais tradicionais nomes da política local, foi escolhido por apenas um terço dos eleitores. Ele já esteve à frente da Prefeitura de Manaus por três vezes, em três décadas diferentes (1983-1986, 1993-1994 e 2009-2012) e governou o Amazonas por quatro vezes (1987-1990, 1995-1998, 1999-2002, 2017-2018).

Desde que voltou ao cargo, ele já enfrentou greves da Polícia Militar e dos Bombeiros que exigiam atualização das promoções nas carreiras e se envolveu num imbróglio sobre licenças ambientais. Amazonino concedeu autorização para garimpeiros no rio Madeira meses após eles terem destruído escritórios e carros de órgãos ambientais. As licenças acabaram suspensas pela Justiça.

Continua após a publicidade

Segundo pesquisa Ibope, os eleitores do estado não estão preocupados com renovação política. Amazonino lidera a corrida, com 29%. Wilson Lima (PSC), com 19%, Omar Aziz (PSD), com 16%, e David Almeida (PSB), com 15% aparecem na sequência, tecnicamente empatados. A margem de erro é de três pontos percentuais. Berg da UGT (PSOL) e Sidney Cabral (PSTU) possuem apenas 1%, cada um. Brancos e nulos somam 16%, e outros 4% não souberam responder ou não responderam.

Pesquisa Ibope, de 17 de agosto

Amazonino Mendes (PDT) – 29%
Wilson Lima (PSC) – 19%
Omar Aziz (PSD) – 16%
David Almeida (PSB) – 15%
Berg da UGT (PSOL) – 1%
Sidney Cabral (PSTU) – 1%
Brancos/nulos – 16%
Não sabe/não respondeu – 4%

Registro: AM-01315/2018. Foram ouvidas 812 pessoas. A margem de erro é de três pontos percentuais, e o nível de confiança, de 95%.

Conheça os candidatos ao governo do Amazonas:

Amazonino Mendes (PDT), governador do Amazonas
Vice: Rebecca Garcia (PP)
Coligação: PDT, PRP, Avante, PP, PV, PR, Solidariedade, PPS, PTB, PHS, PSL, PPL

Sidney Cabral (PSTU), servidor público federal
Vice: Maria Auxiliadora (PSTU)

Omar Aziz (PSD), senador
Vice: Arthur Bisneto (PSDB)
Coligação: PSD, PSDB, DEM, PRB, PTC, Patriota

Berg da UGT (PSOL), bancário e economiário
Vice: Ilzanete Campos (PSOL)

Lucia Antony (PCdoB), odontóloga
Vice: Aldemir Caetano (PCdoB)
Coligação: PCdoB, PT

David Almeida (PSB), deputado
Vice: Jorge Guimarães (PT)
Coligação: Podemos, PMN, PMB, PSB, Pros, PT

Wilson Lima (PSC), jornalista e redator
Vice: Carlos Almeida (PRTB)
Coligação: PSC, PRTB, Rede

Publicidade