Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Desaprovação a Bolsonaro sobe a 64%. Pior situação é a de Alckmin

Pesquisa Ipsos mostra possível teto para o pré-candidato do PSL, cuja aprovação caiu para 20%

Depois de três meses de estabilidade, a desaprovação ao pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) subiu de 60% para 64%, enquanto a aprovação caiu de 23% para 20%. Esta é a principal novidade da pesquisa Barômetro Político Estadão-Ipsos, que todos os meses analisa a opinião dos brasileiros sobre personalidades do mundo político e jurídico. Praticamente não houve mudanças nas taxas dos demais possíveis concorrentes ao Planalto.

“Bolsonaro vem mantendo esse patamar de aprovação há um ano”, disse Danilo Cersosimo, diretor do Ipsos. “É possível que seja um dado que confirme seu teto. O início da campanha eleitoral, após a Copa, vai testar a solidez dessa aprovação.”

Todos os presidenciáveis seguem com taxas altas de reprovação. O que aparece em pior situação é Geraldo Alckmin, do PSDB: 70% desaprovam seu desempenho, contra 18% de aprovação.

Apesar de o Ipsos incluir o nome de possíveis concorrentes ao Planalto em sua pesquisa, o instituto não procura medir intenção de voto. O que os pesquisadores dizem aos entrevistados é o seguinte: “Agora vou ler o nome de alguns políticos e gostaria de saber se o (a) senhor (a) aprova ou desaprova a maneira como eles vêm atuando no País.”

Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) têm taxas de desaprovação de 65% e 63%, respectivamente, e estão empatados com Bolsonaro nesse quesito. Marina, porém, têm aprovação de 29%, cerca de dez pontos porcentuais acima desses dois adversários.

Citado como possível substituto do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva como candidato do PT, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad tem desaprovação de 57% e é aprovado por apenas 7%.

No caso de Lula, preso desde o dia 7 de abril, a desaprovação oscilou para cima (de 52% para 54%), após dois meses de tendência de queda. O ex-presidente é aprovado por 45% – a taxa mais alta entre todos os 19 nomes apresentados pelo Ipsos aos entrevistados.

O juiz Sérgio Moro, responsável pela condenação de Lula em primeira instância, enfrenta desgaste de imagem nos últimos meses. Desde março, sua taxa de desaprovação subiu oito pontos porcentuais, de 47% para 55%, enquanto a aprovação passou de 44% para 37%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Daniel Cardoso

    Alkimin é o candidato melhor preparado para ser presidente.

    Curtir

  2. Juarez Aguiar

    É uma vergonha a VEJA tentar enganar o povo brasileiro com essa mentira deslavada de que Bolsonaro esta caindo nas pesquisas. vão fazer alguma coisa util para o Brasil e pesquisar os politicos bandidos que estão pagando vocês para falar mau do Bolsonaro.

    Curtir

  3. Carlos Aurélio

    Caro robot daniel, o geraldinho propineiro é tão sem-vergonha quanto o lula, o aécio, o jucá, o temer, o padilha, enfim, todos esses bandidos que enganaram o povo até agora.

    Curtir

  4. André Fehrenbach

    Alckmin vai virar esse jogo

    Curtir

  5. André Fehrenbach

    Acredito que Alckmin vai governar muito bem o Brasil e vai oferecer propostas que estão alinhadas com as necessidades do brasileiro. Meu voto é dele, sem dúvida!

    Curtir

  6. Marcos Santos

    Bolsonaro e Alckmin: Deus nos livre!

    Curtir

  7. Tal fato é visível durante as suas chegadas em aeroportos pelo Brasil. Está quase igual a Marina e o Alckmin. Kkk

    Curtir

  8. Não é de agora que o Geraldo vai mal nas pesquisas presidenciais e era o preferido do “sistema”…como suas chances são pifias, o sistema ja escolheu a quem direcionar apoio, a candidata Marina…podem apostar…mas eu vou de Bolsonaro 17.

    Curtir

  9. João Rinoceronte

    As pesquisas estão começando a mostrar que os extremos não são boas para o Brasil, Sou Trabalho, Sou Gestão eficiente, Sou Honestidade, Sou #Alckmin2018

    Curtir

  10. Carlos Aurélio

    Caro robot rino, o geraldinho propineiro é tão sem-vergonha quanto o lula, o aécio, o jucá, o temer, o padilha, enfim, todos esses bandidos que enganaram o povo até agora.

    Curtir