Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

DEM quer apurar pagamento de propina à Petrobras

Parlamentar proporá à Câmara viagem oficial para obter detalhes de irregularidades envolvendo a petrolífera e a holandesa SBM Offshore

Por Gabriel Castro, de Brasília 16 fev 2014, 10h25

O líder do DEM na Câmara, Mendonça Filho (PE), vai pedir à Casa que forme uma comitiva para ir à Holanda apurar a revelação de que funcionários da Petrobras receberam propina para favorecer a empresa SBM Offshore, como mostra reportagem de VEJA desta semana. O pedido será feito durante a reunião de líderes, na próxima terça-feira. “Vou propor um requerimento pedindo a autorização dos líderes para a comitiva oficial”, explicou o deputado. De acordo com ele, parlamentares de PSDB, PPS e SDD apoiam a iniciativa.

Leia também:

Petrobras recebeu propina de empresa holandesa

Mendonça Filho diz que, se o colégio de líderes da Câmara não aceitar o envio da missão à Holanda, parlamentares de oposição vão viajar por conta própria para tentar obter informações sobre o caso. Na visão dele, a apuração da denúncia pode ajudar a explicar a crise na petrolífera. “A Petrobras está em situação calamitosa do ponto de vista financeiro”, disse o líder do DEM. “É um mix de má gestão com corrupção”. Mendonça Filho não descarta pedir a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o caso.

De acordo com documentos enviados ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos e ao Ministério Público da Holanda, a SBM Offshore pagou 30 milhões de reais em propina para funcionários e intermediários da Petrobras em troca de vantagens em contratos com a companhia brasileira. A descoberta foi feita em uma investigação interna da própria empresa holandesa, que fabrica plataformas de extração de petróleo.

Continua após a publicidade
Publicidade