Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsonaro diz que escuta qualquer ministro, ‘até a Damares’

Declaração foi dada em uma transmissão ao vivo no Facebook enquanto ele comentava sobre o trabalho conjunto entre o presidente e os ministros

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na noite desta quinta-feira, 21, que não toma decisões de governo sozinho e que sempre procura ouvir seus ministros. Ele destacou, ainda, que ouve “até a Damares (Alves)“, ministra da pasta de Mulher, Família e Direitos Humanos. “Podem achar que é uma ministra com importância não muito grande”. A declaração foi dada em uma transmissão ao vivo no Facebook.

“Qualquer decisão minha, eu ouço qualquer ministro da área. Não tomo sozinho, até porque eu posso errar. Tem que ter responsabilidade, é obvio. Até a Damares, por exemplo, que podem achar que é uma ministra com importância não muito grande, mas tem importância”, disse Bolsonaro. O vídeo estava sendo transmitido de Santiago, no Chile, onde o presidente cumpre uma agenda oficial.

O presidente afirmou que Damares é “uma ministra que trata da questão da família e dos direitos humanos”. Bolsonaro disse que conversa muito com ela e que a ministra está fazendo um trabalho excepcional no seu ministério. “Nosso trabalho é esse. Conversar e chegar à conclusão do que pode ser feito. Tudo que esse governo poderá fazer será feito.”

A sequência de declarações tem sido alvo de críticas nas redes sociais. Usuários questionam o grau de importância que o presidente atribui às mulheres em seu governo. Em uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o presidente afirmou que “pela primeira vez o número de ministros e ministras está equilibrado num governo”. O governo conta com vinte homens e duas mulheres comandando os ministérios. Bolsonaro tentou brincar dizendo “cada uma das duas mulheres equivale a dez homens”.

(Com Estadão Conteúdo)