Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Boca não renova com Schelotto após vice e oficializa saída do treinador

Técnico, derrotado pelo rival River Plate na final da Libertadores, se despediu do clube argentino nesta sexta-feira

O treinador Guillermo Schelotto se despediu do Boca Juniors nesta sexta-feira, 14, cinco dias depois de perder a final da Copa Libertadores para o rival River Plate, por 3 a 1, em Madri. O contrato do argentino se encerra neste mês e não será renovado, conforme foi comunicado pelo presidente Daniel Angelici, em coletiva.

“O clube tinha que tomar uma decisão há muitos dias. Entendemos que o melhor para o Boca seria começar o ano fazendo uma mudança, buscando uma nova comissão técnica. Não vim dizer adeus a Schelotto, porque não tenho dúvidas de que é apenas um ‘até breve’. O que ele mostrou como jogador e treinador permanece”, comentou Angelici.

“Quero agradecer aos diretores, funcionários e jogadores do Boca, porque o trabalho é visto através dos jogadores, mas deve ter o apoio da liderança e de cada funcionário do clube. Eu não tenho palavras para descrever o apoio dos fãs. Muito obrigado aos torcedores, eu experimentei como jogador e técnico, eles são incríveis. Não vou responder perguntas, hoje quero ir em paz”, declarou Schelotto.

O treinador argentino venceu 58 jogos em 106 partidas em dois anos à frente do Boca, também somando 29 empates e 19 derrotas. Nesta temporada, Schelotto liderou o Boca ao título do Campeonato Argentino e chegou à final da Libertadores.