Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Voo MH370: avião chinês avista ‘objetos suspeitos’ no mar

Navio militar australiano está na região para tentar identificar se os possíveis detritos são do Boeing 777 da Malaysia Airlines desaparecido há duas semanas

Por Da Redação 24 mar 2014, 02h16

A tripulação de um avião chinês que participa das buscas pelo Boeing da Malaysia Airlines desaparecido há duas semanas avistou “objetos suspeitos” no Oceano Índico, divulgou nesta segunda-feira a agência de notícias estatal chinesa Xinhua. Segundo um repórter da agência que viaja no avião, foram vistos dois objetos relativamente grandes, e muitos outros menores, brancos, espalhados em um raio de vários quilômetros.

Os possíveis destroços do voo MH370 foram observados no sul do Índico, numa área localizada a cerca de 2.500 quilômetros da costa da Austrália. A região se tornou nos últimos dias o principal foco das equipes que tentam encontrar o avião que desapareceu com 239 pessoas a bordo. A aeronave chinesa é uma dos sete que buscam o avião da Malaysia. Não há ainda nenhuma confirmação sobre a origem dos objetos localizados. Um navio militar australiano se dirige à área para tentar identificar se os possíveis detritos pertencem ao Boeing 777 desaparecido.

Leia também:

​Avião desaparecido voou a 12.000 pés após mudança de rota

Satélite francês capta imagens de objetos que podem ser de avião desaparecido

Satélite chinês capta imagem de possível destroço de avião

Revelados os últimos 54 minutos de conversa no avião desaparecido

Novas imagens – A descoberta de objetos que podem ser do Boeing desaparecido se alinha a novas imagens de possíveis destroços divulgadas nos últimos dias. As autoridades da Malásia informaram neste domingo que receberam imagens, captadas por um satélite francês, de objetos localizados no sul do Oceano Índico, área que concentra há quatro dias as buscas pela aeronave.

Continua após a publicidade

As imagens incluem “objetos potenciais”, afirmou em comunicado o ministro dos Transportes malaio, Hishammuddin Hussein, acrescentando que elas foram transmitidas ao órgão australiano que coordena o resgate naquela região. O governo da Malásia já havia divulgado no sábado que a China também tinha novas imagens de satélite que mostravam um grande objeto boiando no sul do Índico.

Altitude – Na noite deste domingo, a rede americana CNN divulgou a informação de que o avião desaparecido da Malaysia Airlines voou a uma altura de 12.000 pés antes de desaparecer do radar. A emissora citou uma fonte próxima à investigação sobre o desaparecimento.

A mudança de altitude aparenta ter sido realizada de forma intencional e ocorreu depois de uma curva acentuada sobre o Mar do Sul da China, em direção ao Estreito de Malaca. Esta área é um corredor de intenso tráfego aéreo, e voar a 12.000 pés manteria o avião fora desse tráfego, informou a fonte.

Leia mais:

Revelados os últimos 54 minutos de conversa no avião desaparecido

Austrália diz que possíveis destroços de avião desaparecido podem ter afundado

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês