Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vídeo: drone capta momento do atropelamento em protesto nos EUA

Uma pessoa morreu e dezenas ficaram feridas nos confrontos

Um novo vídeo do atropelamento que matou uma pessoa e deixou pelo menos mais 30 pessoas feridas em Charlottesville, nos Estados Unidos, durante uma manifestação contra a marcha dos supremacistas brancos  no último sábado (14), traz um panorama diferente do incidente. Um drone de uma empresa da região registrou o momento em que um carro vermelho avança sobre a multidão.

Apesar de um prédio encobrir parte da cena, ao analisar outras imagens do atropelamento, tudo indica que o veículo vermelho foi “empurrado” pelo carro de cor prata conduzido por James Alex Fields Jr., de 20 anos, que avançou em em alta velocidade contra os manifestantes provando a morte Heather Heyer, de 32 anos. Field, que tentou fugir de ré após bater o carro, foi preso pela polícia e responsabilizado pelo incidente, sendo acusado de homicídio.

 

 

“Estamos tratando o ocorrido como uma investigação por homicídio”, afirmou o chefe da polícia de Charlottesville, Al Thomas. O atropelamento ocorreu por volta das 13h locais (14h em Brasília), pouco depois de o governador da Virgínia, Terry McAuliffe, ter declarado estado de emergência na cidade por causa dos confrontos entre os supremacistas e opositores.

A marcha “Unite the Right” (Unir a Direita) foi organizada como protesto pela retirada de uma estátua em homenagem ao general confederado Robert E. Lee, que liderou as forças sulistas durante a Guerra Civil americana. Vários dos manifestantes da extrema-direita levavam suásticas e entoavam gritos nazistas. Entre eles estava David Duker, ex-líder do Ku Klux Klan, o mais conhecido grupo supremacista branco da história dos Estados Unidos.

O procurador-geral americano, Jeff Sessions, condenou o episódio: “A violência e as mortes em Charlottesville agridem o coração da lei e da Justiça americana”, destacou. “Quando se produzem fatos de tamanha intolerância racial e de ódio, traem-se nossos valores fundamentais, e não podem ser tolerados”, disse.

Veja abaixo o vídeo que mostra James Alex Fields Jr., avançar em alta velocidade e a tentativa de fuga:

(Com agências)