Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Terremoto que sacudiu Califórnia afetou vinicultores

Produtores dos vales de Napa e de Sonoma perderam milhares de garrafas e barris. O prejuízo total de toda a indústria vinícola ainda está sendo calculado

Por Da Redação 25 ago 2014, 15h32

O terremoto de 6 graus na escala Richter que atingiu o norte do estado americano da Califórnia no domingo também afetou as prestigiosas vinícolas da região, destruindo milhares de garrafas de vinhos de qualidade, barris e equipamentos de produção. Imagens da destruição nas vinícolas mostram montanhas de garrafas quebradas e riachos de vinho Merlot correndo pelas calçadas; “É devastador. Nunca vi nada como isso”, disse Tom Montgomery, que trabalha Cohn Winery, em Glen Ellen, no Vale do Sonoma.

Ele afirmou que a vinícola perdeu 50% do seu estoque. “Não é apena vinho de qualidade. É nosso melhor vinho”. O tremor ocorreu em um momento difícil para os produtores dos vales do Napa e de Sonoma. As regiões vinham enfrentando uma das piores secas das últimas décadas e estão se preparando para uma colheita antecipada.

Leia também:

Como se formam os desastres naturais

A origem dos terremotos

Terremotos deram origem a mais de 80% dos depósitos de ouro do planeta

Ainda segundo Montgomery, os problemas podem ter sido ainda maiores, já que o vinho que está sendo envelhecido em barris foi chacoalhado, quando normalmente tem de permanecer o mais estático possível. Na vinícola Dahl Vineyards, em Yountville, no Vale do Napa, um barril se rompeu e causou um prejuízo de 16.000 dólares. O prejuízo total de toda a indústria ainda está sendo calculado, mas não foram só os produtores que registraram perdas. Tyler Paradise, gerente da loja de vinhos Cult 24, afirmou ter perdido 50.000 dólares em garrafas que caíram das prateleiras.

A vinicultura é uma atividade econômica fundamental para o norte da Califórnia. Somente no condado de Napa, a produção de vinho resulta em 13 bilhões de dólares por ano e emprega 46.000 pessoas, segundo o grupo Napa Valley Vintners. O US Geological Survey (USGS), serviço geológico da região, informou que o epicentro do terremoto foi a oito quilômetros a noroeste da cidade de American Canyon, no extremo norte da Baía de São Francisco. Foi o maior tremor registrado na região desde outubro de 1989, quando São Francisco foi atingida pelo terremoto de Loma Prieta, que alcançou 7,1 graus de magnitude na escala Richter.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade