Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Nova York e Nova Jersey declaram emergência após tempestade matar 9

Linhas do sistema de metrô nova-iorquino precisaram ser paralisadas por inundação dos trilhos; enchentes também atingiram o Central Park

Por Julia Braun Atualizado em 2 set 2021, 11h08 - Publicado em 2 set 2021, 08h42

A passagem da tempestade Ida pelos estados de Nova York e Nova Jersey, nos Estados Unidos, deixou ao menos nove pessoas mortas, entre elas um menino de apenas dois anos. Os governadores locais decretaram estado de emergência.

A cidade de Nova York foi uma das mais atingidas. O prefeito Bill de Blasio declarou estado de emergência na noite desta de quarta-feira 1, dizendo que a metrópole estava “enfrentando um evento climático histórico”.

Sete das mortes foram registradas nos bairros do Queens e do Brooklyn, de acordo com a emissora NBC. Além disso, praticamente todas as linhas do sistema de metrô nova-iorquino precisaram ser paralisadas, devido a inundação dos trilhos. Parte do aeroporto de Newark também ficou alagada.

A cidade emitiu uma proibição de viagens, em vigor até as 5h da quinta-feira, 2. “Todos os veículos não emergenciais devem estar fora das ruas e rodovias de Nova York”, disse o escritório de gerenciamento de emergência no Twitter. Uma estrada que atravessa o Central Park estava pontilhada de carros que foram abandonados depois de ficarem presos nas enchentes.

“Estamos sofrendo um evento climático histórico, com chuvas que estão batendo recordes por toda a cidade, com inundações brutais e condições perigosas nas rodovias”, afirmou Blasio em postagem nas redes sociais.

Um homem de 50 anos, uma mulher de 48 anos e um menino de 2 anos foram todos declarados mortos na residência da família em Manhattan, depois que policiais responderam a um telefonema do 911 sobre enchentes e os encontraram já inconsciente e sem resposta, disse a polícia.

Já o prefeito de Passaic, em Nova Jersey, Héctor Lora, relatou que um idoso foi encontrado morto no interior do próprio carro. Veículos de imprensa locais indicam que há uma segunda vítima na cidade.

A maior cidade de Nova Jersey recebeu 213 mm de chuva, quebrando o antigo recorde de 56 mm estabelecido em 1959. Em South Jersey, um tornado atingiu Mullica Hill, que fica a cerca de 40 quilômetros da Filadélfia. Em dois vídeos publicados nas redes sociais é possível ver destroços girando com os ventos.

Milhares de pessoas tiveram que deixar as casas devido as inundações que são consequência das chuvas causadas pela passagem do furacão Ida nos dois estados. O fenômeno, que já foi rebaixado para tempestade tropical, entrou nos EUA através dos estados de Mississipi e Louisiana, onde foram contabilizadas outras seis mortes.

Com ventos de 230 km/h, o Ida foi o 5º furacão mais forte da história a atingir o continente.

Continua após a publicidade
Publicidade