Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sobreviventes do acidente da Suíça dizem que motorista trocava um DVD

(Atualiza com informação da empresa proprietária do ônibus)

Bruxelas, 15 mar (EFE).- O motorista do ônibus que sofreu um acidente no sul da Suíça estava trocando um DVD no aparelho do veículo exatamente antes de se chocar contra uma parede de um túnel na localidade de Sierre, causando 28 mortes e deixando 24 feridos, segundo relatos dos sobreviventes ainda não confirmados pela polícia.

Uma investigação conjunta do jornal suíço ‘Aargauer Zeitung’ e do belga ‘Het Laatste Niews’, publicada em seus sites, apontou este momentâneo desvio de atenção do motorista do ônibus como possível causa do trágico acidente.

De acordo com as duas publicações, um acompanhante do grupo, que voltava à Bélgica após uma estadia nos Alpes, entregou ao motorista pouco antes do acidente um DVD, o que foi confirmado pelas crianças que estão internadas em hospitais do cantão de Valais.

Fontes do governo regional confirmaram ao jornal suíço que as crianças haviam relatado esta versão dos fatos a seus pais e aos funcionários do hospital.

Esse pequeno segundo de desatenção ao introduzir o DVD no aparelho de reprodução pode ter bastado para que o ônibus encostasse no meio-fio da rodovia e o motorista perdesse o controle do veículo, apontou o jornal suíço.

Motoristas consultados pelas publicações indicam que se trata de uma explicação plausível.

Por outro lado, o porta-voz da polícia do cantão de Valais, Renato Kalbermatten, disse desconhecer esta descrição dos fatos, e afirmou que neste momento a versão parece ‘pura especulação’.

Segundo esta mesma fonte, o movimento do motorista não teria sido captado pelas câmeras de vigilância do túnel.

No acidente que aconteceu na noite da quarta-feira morreram 22 crianças e seis adultos.

No entanto, diretores da empresa dona do ônibus, Toptours, descartaram nesta quinta-feira em entrevista na localidade belga de Aarschot que as crianças tenham visto o motorista introduzir um DVD no reprodutor porque os assentos dos viajantes ficavam neste modelo de ônibus (Altano da marca Vanhool) acima da cabine do motorista.

‘É impossível que uma criança tenha visto o motorista manipular o reprodutor do DVD ou outro aparelho’, afirmaram o gerente de Toptours, Tom Cooremans, e o diretor da Federação de Ônibus belga (FBAA), Vincent Mannaerts.

Eles revelaram que na cabine havia dois motoristas e por isso seria estranho que o que no momento estava conduzindo introduzisse o DVD no aparelho, que fica à direita e na altura da cabeça do assento do motorista.

A companhia descartou que o motorista tivesse conduzindo ébrio, em seu organismo não foi encontrado rastro algum de álcool, conforme a Polícia suíça.

Cansaço também não poderia ter sido a causa do acidente, porque os dois motoristas passaram a noite em Sierre e descansaram durante o dia anterior a partida à Bélgica, indicou.

Além disso, os dois motoristas eram experientes e tinham anos de profissão. Toptours, no entanto, não pode descartar falha humana, apesar de considerar pouco provável que uma decisão técnica tenha causado o acidente, devido ao fato de o ônibus ter sido adquirido em 2002 e as revisões técnicas estarem em dia. A companhia aguarda agora pelos resultados da investigação. EFE