Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Rice: acordo sobre as tropas está próximo

Por Giancarlo Lepiani
21 ago 2008, 09h09

Com agência Reuters

Os Estados Unidos e o Iraque estão próximos de um acordo que amplia a presença de tropas americanas no país para além de 2008, mas um cronograma para a retirada tem de ser “praticável”, disse a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, nesta quinta-feira, em Bagdá.

Rice, que foi ao Iraque para uma visita surpresa, negou informações de que o acordo já tenha sido atingido, mas disse que ele estava próximo e que ela gostaria de saber do premiê iraquiano, Nuri al-Maliki, se ainda existem questões difíceis a serem resolvidas por parte das autoridades locais.

“Sem dúvida é verdade que os negociadores levaram isso muito, muito longe na direção de se chegar a um acordo, mas não há razão alguma para acreditar que já existe um acordo ou que haverá um ainda hoje”, disse ela a jornalistas que estavam a bordo de seu avião a caminho do Iraque.

Rice prometia descobrir “se há alguma lacuna que temos que resolver em Washington”. O acordo, há muito tempo esperado, permitirá que as forças americanas permaneçam no Iraque para além do final deste ano, quando se encerra o mandato dado pelo Conselho de Segurança da ONU.

Continua após a publicidade

Marco – Substituir o mandato da ONU por um pacto formal entre EUA e Iraque é visto como marco no ressurgimento do Iraque como estado soberano, dando a Bagdá o direito de decidir sobre a presença de tropas estrangeiras em solo iraquiano pela primeira vez desde a queda de Saddam Hussein.

Mas os termos de um acordo são politicamente sensíveis em ambos os países, com Maliki procurando mostrar que os 144.000 militares americanos não ficarão no país além do tempo necessário e o presidente americano, George W. Bush, tentando evitar um cronograma rígido para a retirada.

“Continuamos a trabalhar para garantir que qualquer cronograma que faça parte do acordo reflita realmente o que acreditamos que possa ser feito, o que é realizável”, disse a secretária americana. “Obviamente todos estaremos atentos às condições de segurança do Iraque no momento dessa decisão.”

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.