Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Panetta: EUA não permitirão bloqueio do Estreito de Ormuz

Secretário de Defesa diz que derrotará qualquer tentativa do Irã de fechar a passagem

O secretário de Defesa americano, Leon Panetta, advertiu nesta quarta-feira que os Estados Unidos não permitirão que o Irã feche o Estreito de Ormuz, zona crítica para o abastecimento mundial de petróleo. Nos últimos meses, lideranças iranianas reiteraram a ameaça de bloquear a passagem até que sejam retiradas as sanções internacionais contra Teerã, impostas por causa do controverso programa nuclear do país árabe.

“Os iranianos precisam entender que os EUA e a comunidade internacional vão responsabilizá-los diretamente por qualquer interrupção do transporte marítimo na região”, assinalou Panetta em entrevista coletiva junto com seu colega britânico, Philip Hammond, com quem se reuniu no Pentágono. Subindo o tom do discurso, Panetta assegurou que, caso as ameaças se concretizem, os EUA estão preparados e têm capacidade militar para derrotar qualquer tentativa do Irã de bloquear o Estreito de Ormuz, a única entrada para o Golfo Pérsico por mar.

Leia também: Irã está por trás de ataque a turistas na Bulgária, diz Netanyahu

Mobilização – Nos últimos meses, o Pentágono reforçou sua presença no Golfo com o envio do porta-aviões USS John C. Stennis quatro meses antes do previsto. Além disso, o órgão americano anunciou esta semana a participação de vinte países em manobras militares navais antiminas na região agendadas para setembro.

As tensões crescentes entre os EUA e o Irã na região do Golfo Pérsico ficaram ainda mais evidentes em janeiro, quando lanchas com bandeira iraniana ignoraram as advertências de um navio militar americano em Ormuz e se aproximaram da embarcação exibindo um comportamento provocativo.

(Com agência EFE)