Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Modelos seminuas fazem ensaio em base americana sem autorização

Além das fotos, a empresa produziu um vídeo para promover um 'calendário sexy'. Guarda Nacional americana abriu inquérito para investigar o caso

Por Da Redação 22 out 2014, 11h30

A Guarda Nacional americana está numa saia justa por causa de fotos picantes de modelos posando com armas feitas em uma base militar no Estado de Utah – reporta o jornal The Telegraph. As modelos posaram para o Hot Shots Calendar 2015, feito por uma empresa que se autodefine como especializada “em calendários sexy”, segundo o site da companhia. Em comunicado sucinto, a Guarda Nacional afirmou que a agência contratada para fazer as fotos “não tinha autorização oficial” para usar o Camp Williams como locação e vai investigar o caso.

Algumas das imagens foram postadas na conta do Facebook da empresa e há ainda um vídeo [confira abaixo] mostrando os bastidores da sessão de fotos. Segundo a reportagem, um “suboficial” autorizou o grupo a usar o campo de treinamento como cenário das fotos. O texto não informa o nome do militar que teria autorizado a entrada da equipe de produção e das modelos.

Leia também

Invasão à Casa Branca derruba chefe do Serviço Secreto

Ataque em base militar no Texas deixa quatro mortos

Continua após a publicidade

Contatada para se explicar, a empresa por trás do calendário Hot Shots defendeu a sua sessão de fotos dizendo se tratar de “diversão inofensiva”, sem mencionar se eles tinham autorização para usar a base de treinamento. As imagens do vídeo mostram sete mulheres com pouquíssimas roupas passeando em um taque e fazendo poses segurando armas. Uma das sequências mostra as modelos fingindo atirar em funcionários que pareciam ser da Guarda Nacional.

O tenente-coronel da Guarda Nacional, Steven Fairbourn, disse que “uma investigação foi iniciada para determinar o potencial uso não autorizado de equipamentos militares, instalações e pessoal” na produção do calendário. “Produções deste tipo não estão em consonância com os valores da Guarda Nacional de Utah, nem com os seus membros”, acrescentou o militar.

A empresa Hot Shots foi criada em 2009 e seu calendário anual tornou-se popular entre os militares e policiais americanos. A empresa doa metade dos seus lucros para a instituição Help for Heroes (ajuda para os heróis, em tradução literal), que auxilia os soldados feridos em combate.

Vídeo: O making of do ensaio fotográfico

Continua após a publicidade
Publicidade