Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Itamaraty confirma ausência de Lula na posse de Milei

O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, deve chefiar a comissão brasileira no evento do próximo domingo, 10

Por Pedro Cardoni e Amanda Péchy
Atualizado em 5 dez 2023, 13h32 - Publicado em 5 dez 2023, 12h49

Fontes ligadas ao Itamaraty confirmaram a VEJA nesta terça-feira, 5, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não vai comparecer à posse de Javier Milei na Argentina. A cerimônia vai acontecer em Buenos Aires no próximo domingo, 10, e o Brasil deve ser representado pelo ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, e assessores.

Lula recebeu convite para o evento durante uma reunião em Brasília entre Mauro Vieira e Diana Mondino, que já foi anunciada como a futura chanceler da Argentina. Apesar disso, a relação entre os líderes não é próxima. Durante a campanha, Milei qualificou o petista como “corrupto” e “comunista”.

+ Milei escolhe Bullrich, terceiro lugar na eleição, para comandar Segurança

Milei x Lula

O futuro presidente argentino também prometeu que, caso fosse eleito, iria romper relações com o Brasil e retirar a Argentina de organizações internacionais defendidas por Lula, como o Mercosul e o Brics, embora depois tenha moderado o discurso.

Integrantes do governo brasileiro, por sua vez, apoiaram a candidatura de Sergio Massa, atual ministro da Economia do governo de Alberto Fernández, que disputou o segundo turno contra Milei.

Continua após a publicidade

Quando o resultado das eleições foi divulgado, Lula publicou uma mensagem no X, antigo Twitter, parabenizando o novo presidente, mas sem mencionar o nome de Milei especificamente. 

+ Milei mantém peronista Scioli como embaixador argentino no Brasil

Ausências brasileiras em posses na Argentina

A Argentina é um dos principais parceiros comerciais do Brasil no mundo, ficando atrás apenas da China e dos Estados Unidos, sendo responsável por 5,3% de todas as exportações brasileiras entre janeiro e outubro deste ano. O valor supera o que foi exportado para o Oriente Médio e para a África.

Apesar disso, não será a primeira vez que um presidente brasileiro não irá à posse do presidente argentino. Em 2019, o então presidente Jair Bolsonaro enviou Hamilton Mourão, na época vice-presidente, como representante do governo brasileiro na posse do atual presidente, Alberto Fernández. 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.