Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Inflação maior e PIB menor em 2009

Por Da Redação
5 nov 2008, 07h12

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou nesta terça-feira que o governo já estima que a crise financeira internacional irá afetar a economia brasileira em 2009. Segundo o ministro, a inflação deverá superar a meta estabelecida e o crescimento do PIB deverá ser menor do que o projetado, o mesmo acontecendo com a receita da União.

Nas contas do ministro, o avanço nos preços deve ficar em 5%, ante a meta de 4,5%. Já o crescimento chegaria a apenas 3,7%, contra 4,5%. A arrecadação perderia 15,2 bilhões de reais.

A nova realidade deve provocar um corte nos gastos públicos. “Quando eu falo que vou perder 15 bilhões de reais de receita não quer dizer que a União vá perder [sozinha]. A União vai perder perto de 9 bilhões de reais, e os estados e os municípios vão perder 6 bilhões”, disse o ministro.

É a primeira vez em que o governo apresenta números que devem refletir os efeitos da crise internacional sobre o Brasil. Apesar da redução na previsão do crescimento, a estimativa do governo permanece acima dos 3% previstos na pesquisa semanal Focus, realizada pelo Banco Central.

Bernardo mostrou preocupação também com queda da cotação do barril do petróleo. Isso porque o governo contava com um valor mais alto no projeto de Orçamento enviado ao Congresso em agosto: a estimativa para 2009 era de 111 dólares. Nas últimas semanas, porém, a commodity chegou a ser cotada a 70 dólares. Isso levaria o governo a perder 5,2 bilhões de reais em royalties.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.