Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Harvard reabre prédios após suspeita de bombas

O acesso de estudantes e funcionários já foi autorizado pelas autoridades

(Atualizado às 18h17)

A Universidade Harvard, uma das mais tradicionais dos Estados Unidos, fez um alerta nesta segunda-feira sobre “relatos não confirmados” de explosivos que teriam sido colocados em quatro prédios do campus de Cambridge, no estado de Massachusetts. A instituição americana informou que chegou a esvaziar os prédios Thayer, Emerson, Sever Hall e o Centro de Ciências. O acesso de estudantes e funcionários foi liberado no final da tarde, após nenhum explosivo ser encontrado pelas autoridades.

Leia também:

Estudante que tinha problemas com professor abriu fogo em escola

Policiais municipais e estaduais foram deslocados para o local com cães farejadores. Nesta semana, os alunos farão os exames finais do semestre, mas as provas desta segunda-feira foram adiadas por causa da ameaça de bomba. Segundo Ben Forman, um funcionário da biblioteca de Harvard, as pessoas foram evacuadas dos prédios com tranqulidade. “Tudo está muito relaxado por enquanto. Existe um portão fechado no caminho para o campus, mas não há pânico”, disse Forman ao site Boston.com, durante o momento de evacuação dos prédios.

O campus de Harvard está localizado em uma área urbana próxima de Boston. A escola foi fundada em 1636 e tem cerca de 21 000 alunos. As instituições na região de Boston estão em alerta desde o atentado de 15 de abril na maratona da cidade.

(Com agência Reuters)