Clique e assine a partir de 9,90/mês

Grupo radical curdo assume autoria de atentado em Ancara

Por Da Redação - 22 set 2011, 11h29

Um grupo curdo armado, os Falcões da Liberdade do Curdistão (TAK), reivindicou nesta quinta-feira a autoria de um atentado que deixou três mortos e quinze feridos na terça-feira no centro de Ancara.

Em uma mensagem eletrônica enviada à agência de notícias pró-curdos Firat News, esta organização ameaça atacar as metrópoles turcas, afirmando que o atentado praticado na capital turca “é apenas o início”.

“As metrópoles turcas serão nosso campo de batalha. O ataque de Kizilay (centro de Ancara) é apenas o início”, ressalta esta organização.

O atentado que atingiu na terça-feira de manhã o bairro financeiro de Kizilay foi atribuído pelas autoridades turcas aos rebeldes separatistas curdos.

Continua após a publicidade

Os rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que efetua ações armadas há 27 anos, praticaram ataques como esse nas grandes cidades turcas.

O ala militar do PKK havia negado na quarta-feira qualquer envolvimento.

Segundo as autoridades turcas, o TAK serve de testa de ferro para o PKK quando este grupo comete atentados que podem causar a desaprovação popular, principalmente quando civis são mortos.

O PKK alega que o TAK é formado por elementos fora de controle, que deixaram suas fileiras.

Publicidade