Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Funeral de príncipe Philip é esperado para próximo sábado

De acordo com jornal britânico, previsão é que aconteça depois de oito dias de luto por parte da rainha Elizabeth II, com poucos membros da família

Por Da Redação 9 abr 2021, 13h56

O anúncio da morte do príncipe Philip, na manhã desta sexta-feira, 9, deu início aos preparativos para seu funeral, que como todo integrante da família real britânica já estava planejado há muitos anos. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, e ainda não confirmado pelo Palácio de Buckingham, o funeral acontecerá no sábado 17, depois de oito dias de luto por parte da rainha Elizabeth II.

Durante esses oito dias, a rainha não terá quaisquer compromissos e assuntos de Estado serão pausados. Depois disso, é esperado um novo período de luto oficial por mais 30 dias. Também é esperado que a monarca faça um pronunciamento à nação em algum momento nos próximos dias, dependendo de como estiver se sentindo.

Nenhum membro da família deu qualquer declaração pessoal após as primeiras notícias da morte e, oficialmente, uma data para o funeral ainda não foi revelada. De acordo com o Palácio de Buckingham, “anúncios serão feitos no tempo devido”.

Príncipe Philip da Grécia e da Dinamarca, bisneto da rainha Victoria e nascido na ilha grega de Corfu em 1921, era casado havia 73 anos com Elizabeth. Nos últimos anos viu sua saúde se deteriorar e foi levado ao hospital diversas vezes. Em maio de 2017 abdicou de suas funções reais, e desde então não participava de eventos públicos. 

Segundo o jornal, já há uma operação de codinome “Operation Forth Bridge”, para agilizar os detalhes, seguindo as claras instruções do príncipe de como sua morte teria que ser marcada. De acordo com o protocolo oficial, será um evento reduzido e discreto, algo que leva em consideração as questões sanitárias.

Continua após a publicidade

O monarca será enterrado no Frogmore Gardens, parte do Castelo de Windsor, e salvas de tiros em sua homenagem são esperadas como parte dos próximos dias.

De acordo com o Daily Mail, oito figuras seniores da realeza estão entre os escolhidos para representar a família no dia. São eles: a própria rainha, William e Kate, príncipe Edward, a condessa de Wessex, o príncipe Charles e Camilla, e a princesa Anne. Entre os principais também há cinco crianças que podem comparecer.

Em meio às recentes acusações feitas pelo príncipe Harry e por sua esposa, Meghan Markle, ainda é incerto se eles viajariam à Inglaterra para o funeral. Apesar de não confirmado, é possível que apenas Harry viaje, à medida que Meghan está grávida do segundo filho do casal, dificultando uma viagem longa.

De acordo com o repórter Omid Scobie, que cobre a realeza britânica para a Harper’s Bazaar, o príncipe Philip pediu que não tivesse um funeral de estado. Um funeral particular, na Capela de São Jorge, no Castelo de Windsor, não seria aberto ao público, por conta da pandemia. 

“Em linha com seus desejos, o príncipe Philip não irá receber um funeral de estado”, escreveu Scobie. “Ao invés disso, o duque ficará no Castelo de Windsor até seu funeral na Capela de São Jorge. Por conta da pandemia, o público foi ‘lamentavelmente solicitado’ a não comparecer”.

Continua após a publicidade

Publicidade