Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Explosão misteriosa deixa um morto e nove feridos na Argentina

Uma mulher morreu e outras nove pessoas ficaram feridas em uma explosão que destruiu duas casas e uma cantina na localidade de Esteban Echeverría, 30 km de Buenos Aires, que segundo testemunhas foi provocada por um “objeto misterioso” que caiu do céu, mas os peritos apontam para um vazamento de gás.

As duas casas e quatro automóveis estacionados próximos ao local ficaram completamente destruídos, em um verdadeiro cenário de guerra, e a força da explosão quebrou vidros de janelas em um raio de dezenas de metros.

Após a explosão, ocorrida na madrugada desta segunda-feira, surgiram versões sobre a queda de um meteorito ou de lixo espacial, mas os peritos rejeitam tais hipóteses.

“Encontramos no lugar um bujão de gás de 45 quilos, encanamento de gás e um forno de pizza destruído”, disse Guillermo Pérez, chefe dos Bombeiros de Esteban Echeverría.

O prefeito de Esteban Echeverría, Fernando Gray, destacou que “a explosão causou comoção” na cidade de cerca de 270 mil habitantes, na periferia de Buenos Aires.

A história de um meteorito ganhou força quando um jovem difundiu uma foto de uma esfera em chamas caindo do céu, que teria atingido o local devastado.

O jovem foi levado à delegacia local sob suspeita de falso testemunho, revelou o prefeito Fernando Gray.

Os canais de televisão da Argentina passaram a falar em “enigma” e Mariano Ribas, coordenador de Astronomia do Planetário de Buenos Aires, não descartou a “queda de um meteorito”, mas advertiu para a “falta de antecedentes deste tipo”.

O especialista em armamentos, Guillermo Martínez Funes, destacou que “se algo caiu do espaço, deveria haver uma cratera sob os escombros”, e a Comissão Nacional de Atividades Espaciais (CONAE) garantiu que os destroços do satélite da Nasa “não atingiram o território da República Argentina”.

O satélite americano, de 6,3 toneladas, caiu na Terra na madrugada de sábado e sobre o Pacífico, segundo a agência espacial americana.