Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Ex-presidente tunisiano é condenado à perpétua pela 3ª vez

Zine El Abidine Ben Ali, que fugiu para a Arábia Saudita, foi julgado à revelia

Por Da Redação
30 abr 2013, 16h47

Um tribunal militar de Sfax (sudeste da Tunísia) condenou nesta terça-feira, à revelia, o presidente tunisiano deposto Zine El Abidine Ben Ali. Foi a terceira pena de prisão perpétua imposta a Ben Ali desde sua fuga à Arábia Saudita, após as revoltas islâmicas de janeiro de 2011.

Ben Ali foi julgado pela morte de um manifestante e pelos ferimentos em outros dois na repressão dos protestos contra o regime na região de Sfax. Seu ministro do Interior, Rafik Belhaj Kacem, foi condenado a 10 anos de prisão, enquanto o antigo chefe da guarda presidencial, Ali Seriati, foi absolvido.

Ben Ali já havia sido condenado em duas ocasiões à prisão perpétua à revelia pela repressão das manifestações no oeste do país e na região de Túnis. Também foi condenado à prisão por corrupção, abuso de poder e posse de entorpecentes.

(Com agência France-Presse)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.