Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Estrela de Bollywood é condenada a 26 anos de prisão por blasfêmia

Justiça paquistanesa considerou ofensiva participação da atriz em cena que fazia referência ao casamento da filha do profeta Maomé

Por Da Redação 27 nov 2014, 16h50

A atriz de Bollywood Veena Malik, de 30 anos, foi condenada a passar 26 anos atrás das grades por uma Corte antiterror do Paquistão. A sentença menciona “atos maliciosos de blasfêmia” devido à participação da atriz em um programa de TV que fazia referência ao casamento da filha do profeta Maomé.

Veena, que mora em Dubai, ficou chocada com a sentença. “Vinte e seis anos é uma vida inteira”, declarou ao jornal Gulf News. Ela afirmou que vai voltar ao Paquistão no mês que vem para contestar a decisão. “Eu já enfrentei altos e baixos na minha vida, mas tenho certeza de que não fiz nada errado”.

Leia também:

Casal cristão é morto no Paquistão por profanar o Corão

Envolvidos em morte de mulher que casou sem aval da família são condenados

Também recebeu a mesma sentença o marido de Veena, Asad Bashir Khan, que também aparece na cena, e ao dono da emissora, Mir Shakil-ur-Rahman. O programa foi ao ar em maio, e mostrou Veena dançando com o marido enquanto músicos sufi (corrente mística do islamismo) cantam uma música religiosa sobre o casamento da filha do profeta.

No mesmo mês foi apresentada a acusação de que a imagem de Maomé havia sido corrompida. Depois disso, a emissora emitiu um pedido de desculpas, enquanto Veena e Khan deixaram o país.

“Os atos maliciosos proclamados pelos réus provocaram indignação em todos os muçulmanos do país e machucaram seus sentimentos, o que não pode ser encarado de forma leve e precisa ser combatido”, diz a sentença.

O tribunal fica em Giglit, região controlada pelo Paquistão mas que é parte da da Caxemira, disputada com a Índia. Desta forma, as decisões geralmente não são aplicadas em todo o território paquistanês, informou o jornal The Guardian.

Continua após a publicidade
Publicidade