Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Egito fala em reconstruir uma das sete antigas maravilhas do mundo

O Farol de Alexandria, originalmente construído em 280 a.C., ficou destruído depois de ser atingido por três terremotos

O Egito anunciou que está realizando os últimos estudos necessários para reconstruir o Farol de Alexandria, uma das sete maravilhas do mundo antigo. Mostafa Amin, representante do Conselho Supremo de Antiguidades do país, disse à imprensa egípcia que o planejamento final da obra foi encaminhado ao governo da cidade. A intenção é construir o novo farol perto da região onde o original estava localizado.

O monumento foi construído em 280 a.C. e tinha altura estimada em 137 metros. Historiadores acreditam que o farol foi destruído por três terremotos que atingiram Alexandria em 956, 1323 e 1480, sendo que as pedras remanescentes foram utilizadas na construção do Forte de Qaitbay.

Leia também:

Pintura egípcia de 3 400 anos vai a leilão em Paris

Em 1994, arqueólogos franceses descobriram as ruínas do monumento no fundo do oceano. Na ocasião, Jean-Yves Empereur, responsável por liderar a equipe de especialistas, disse ter encontrado “colunas de todos os tamanhos, datadas de centenas de anos, bases de colunas e capiteis, esfinges, estátuas e alguns blocos imensos de granito que, levando em conta o local em que estavam deitados, certamente caíram do famoso farol”.

Não foram divulgados os custos envolvidos na construção da réplica do farol nem o local exato em que será erguida. O Ministério das Antiguidades do Egito vinha sendo criticado por não dar a atenção devida à preservação de relíquias e construções históricas. Durante os levantes populares que derrubaram o ditador Hosni Mubarak, em 2011, e o presidente Mohamed Mursi, em 2013, museus foram saqueados e peças de inestimável valor para a história da humanidade acabaram nas mãos de mercadores clandestinos.

Segundo o jornal Daily Telegraph, tribunais egípcios julgarão no próximo ano se dezenas de construções classificadas em 2008 como patrimônios históricos deverão ser removidas da lista para poderem serem demolidas. Em abril, a imprensa local noticiou que as paredes do Forte Qaitbay começaram a rachar devido às infiltrações.

Das sete maravilhas do mundo antigo, somente a pirâmide de Quéops ainda existe. Ela está localizada na cidade egípcia de Gizé.

(Da redação)