Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Colômbia: Exército admite ‘erro tático’ em ataque com 11 militares mortos

O general Alejandro Navas, comandante do Exército colombiano, reconheceu neste domingo que está sendo investigado um “erro tático” de sua tropa que facilitou a emboscada de guerrilheiros, resultando na morte de 11 militares no sábado.

“Reconhecemos que foi um erro tático e um mau uso do terreno, dos acidentes geográficos”, disse Navas em declarações à imprensa.

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, se deslocou neste domingo para a região de Arauca (leste), onde ocorreu o ataque, para analisar a situação de segurança com a cúpula militar e as autoridades locais.

O ataque ocorreu na tarde de sábado, quando supostos guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc, comunistas) conseguiram matar um cabo e 10 soldados que patrulhavam uma área rural do município de Arauquita (Arauca), na fronteira com a Venezuela.

As Farc, primeira guerrilha da Colômbia com 9.000 combatentes, intensificaram as ações contra as forças de segurança nos últimos meses e o do sábado foi o mais mortal este ano.

No departamento (estado) de Arauca agem tanto as Farc quanto a guerrilha do Exército de Libertação Nacional (ELN), que tem 2.500 membros.