Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Certificado digital de Covid entra em vigor na União Europeia

Dispositivo permitirá viajar dentro do continente sem passar por quarentena

Por Eduarda Gomes Atualizado em 1 jul 2021, 18h34 - Publicado em 1 jul 2021, 17h01

Entrou em vigor nesta quinta-feira, 1º, em toda a União Europeia, o certificado digital de covid-19. Utilizado em viagens dentro do bloco, o documento consta se a pessoa já foi vacinada, se tem teste negativo a doença e até se já foi infectada pelo vírus e está recuperada.

A autorização é disponibilizada em QR code, pelo celular ou impresso e, segundo autoridades, já foi baixado por 200 milhões de pessoas.

O intuito é facilitar as viagens pela União Europeia na temporada de verão, que começa agora, uma vez que o certificado possibilita a livre circulação pelos Estados membros.

Cada membro da UE é responsável pela emissão do documento, que já é aceito em pontos turísticos da França, Espanha, Itália, Grécia e Croácia.

De acordo com o comissário de justiça da União Europeia, Didier Reynders, o esperado é que todos os membros utilizem a plataforma digital a partir de hoje. A única exceção é a Irlanda, atingida por um ataque cibernético.

Apesar do clima de euforia com a reabertura, há riscos com o avanço da variante Delta. Caso os números de infectados aumentem, os países podem recorrer a uma cláusula de “freio de emergência”, que anula a liberação das viagens.

Portugal, Rússia, Espanha e Malta, que enfrentam um aumento de casos por causa da variante indiana, já sofrem restrições de viagens. Na Alemanha, viajantes vindo de Portugal e Rússia estão impedidos de entrar no país, exceto os residentes alemães.

Continua após a publicidade
Publicidade