Clique e assine com 88% de desconto

Casa Branca não comentará mais investigações contra Trump

O secretário de Imprensa Sean Spicer se recusou a responder perguntas sobre o envolvimento do presidente com a Rússia

Por Da redação - Atualizado em 1 jun 2017, 18h59 - Publicado em 1 jun 2017, 10h49

A Casa Branca anunciou nesta quarta-feira que não responderá mais a nenhuma pergunta da imprensa sobre as investigações conduzidas atualmente a respeito da suposta ligação entre a administração do presidente dos Estados Unidos Donald Trump e a Rússia.

Quando perguntado sobre o depoimento que deve ser prestado pelo ex-diretor do FBI, James Comey, na semana que vem ao Senado, o secretário de Imprensa da Casa Branca Sean Spicer afirmou que não iria mais comentar o assunto. “Estamos focados na agenda do presidente e todas as perguntas sobre esses assuntos serão encaminhadas para o assessor externo Marc Kasowitz”, afirmou em uma coletiva de imprensa.

Kasowitz é o advogado de Trump e já representou o atual presidente em negociações imobiliárias, casos de divórcio e acusações de fraude envolvendo sua antiga faculdade, a Universidade Trump.

Comey planeja prestar testemunho público ao Senado americano na semana que vem. Será a primeira vez que o ex-diretor do FBI falará em público após sua inesperada demissão pelo presidente dos Estados Unidos em 9 de maio.

Publicidade

Trump teria pressionado Comey para encerrar as investigações sobre uma possível interferência russa nas últimas eleições presidenciais. O republicano também teria solicitado que ele arquivasse uma investigação contra o ex-assessor de segurança nacional Michael Flynn. O presidente americano negou que tenha feito qualquer pedido do tipo a Comey, mas mesmo assim as autoridades investigam alegações de obstrução de Justiça no caso.

Publicidade