Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Carência de engenheiros nos EUA abre portas para imigrantes qualificados

País estima déficit de seis milhões de engenheiros disponíveis no mercado de trabalho até 2026

Por Henrique Barbi
6 dez 2023, 18h02

Os Estados Unidos preveem um déficit de seis milhões de engenheiros disponíveis no mercado de trabalho até 2026, aponta um levantamento do Departamento Americano de Estatísticas de Trabalho. O cenário, comum a outras indústrias vitais do país, como saúde, aviação e educação, abre portas para profissionais estrangeiros qualificados, segundo analistas.

Apesar de não ser recente, a falta de mão de obra especializada nos EUA cresceu nos últimos anos, alimentada por fatores como a dificuldade de acesso ao ensino superior. Do outro lado do espectro, entre os formados, há também a fuga de cérebros — muitos profissionais americanos têm sido seduzidos pelo mundo árabe.

A vez dos estrangeiros

A incapacidade de atender a demanda do mercado interno fez com que os Estados Unidos se tornassem uma boa pedida para engenheiros de fora do país. Uma pesquisa do American Immigration Council revelou que aproximadamente 25% dos engenheiros atualmente empregados nos EUA são estrangeiros, a grande maioria da Índia e do Japão.

“Com a economia superaquecida e o desenvolvimento de novas tecnologias, o mercado de trabalho gerou mais vagas de empregos do que pessoas capacitadas ou até mesmo interessadas em as exercer”, explica, Marcelo Gondim, da Gondim Law Corp, escritório em Los Angeles especializado em processos de imigração.

Continua após a publicidade

Para facilitar e atrair a entrada de estrangeiros nos mais diversos segmentos desta profissão, o governo americano criou categorias de Green Cards que permitem que estas pessoas e seus familiares diretos possam residir e trabalhar permanentemente no país.

Os tipos variam de acordo com o contrato de trabalho, que podem ser temporários ou permanentes. Em alguns casos, no entanto, é possível solicitar o documento sem sequer ter uma oferta de emprego, por meio apenas de qualificações profissionais e acadêmicas, e que apresentem planos de negócios que gerem empregos.

Esses modelos imigratórios são cada vez mais populares no Brasil, que em 2023 já conta com 1,9 milhão de imigrantes nos Estados Unidos. Nos últimos dez anos, mais de 140 mil green cards foram emitidos para cidadãos brasileiros.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.