Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Breivik exige ‘liberdade imediata’ e causa risos em tribunal

Atirador de Oslo diz que massacre foi 'ataque preventivo contra traidores'

O autor dos ataques terroristas que mataram 77 pessoas em 22 de julho na Noruega, Anders Behring Breivik, pediu nesta segunda-feira no tribunal de Oslo sua “libertação imediata”, provocando risadas nos bancos onde estavam os sobreviventes e as familias das vítimas.

Entenda o caso

  1. • No dia 22 de julho, dois ataques coordenados espalham pânico pela capital norueguesa, Oslo, deixando 77 mortos.
  2. • No primeiro, um carro-bomba explodiu no distrito governamental atingindo a sede do governo e matando oito pessoas.
  3. • Pouco tempo depois, um homem invade a ilha de Utoya e atira a esmo contra um acampamento da juventude social-democrata, matando 69 pessoas.
  4. • O norueguês ultradireitista Anders Behring Breivik, de 32 anos, é preso e assume a autoria dos atentados.

Leia mais no Tema ‘Terror em Oslo’

“Não aceito a prisão. Exijo ser libertado imediatamente”, declarou o extremista de direita de 32 anos ao comparecer ante o tribunal de Oslo, que deve ordenar sua manutenção em prisão preventiva.

O atirador ainda tentou explicar que o massacre foi um ataque preventivo conta quem considera “traidor”.

“Foi um ataque preventivo contra os traidores da pátria com o objetivo de defender a população de etnia norueguesa”, afirmou o acusado ante o tribunal.

Breivik, que disse travar uma cruzada contra o multiculturalismo e a “invasão muçulmana” da Europa, deve passar por um novo exame psiquiátrico para confirmar se ele é ou não insano, como uma comissão médica havia diagnosticado anteriormente.

(Com agência France-Presse)