Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Boko Haram domina importante cidade na Nigéria

Bama, o segundo maior município do estado de Borno, é a principal cidade sob o controle dos terroristas. Milhares estão refugiados após a ofensiva jihadista

Após dias de combates armados com o Exército nigeriano, os terroristas do Boko Haram assumiram nesta terça-feira o controle da cidade de Bama, a segunda maior do estado de Borno, ao nordeste do país. Os militares ainda não comentaram o episódio, mas residentes disseram à rede BBC que milhares de pessoas estão refugiadas após a ofensiva dos extremistas. A agência de notícias Reuters informou que há um número substancial de vítimas fatais, embora detalhes também não tenham sido divulgados. Segundo autoridades consultadas pela Associated Press, ao menos setenta jihadistas foram mortos durante os conflitos.

Leia também:

Boko Haram assassina cristãos no norte da Nigéria

Terroristas e um erro do Exército deixam 45 pessoas mortas na Nigéria

Com população estimada em 270.000 pessoas, Bama torna-se a maior cidade sob o comando dos terroristas. Os testemunhos dão conta de que o Exército nigeriano conseguiu repelir um primeiro ataque perpetrado pelo Boko Haram, mas não foi páreo para os reforços enviados pelos radicais. Os jihadistas viajavam em veículos blindados e atacaram inicialmente os acampamentos militares. Impotentes, os soldados fugiram a pé junto com os moradores de Bama. A maioria dos desalojados tenha se abrigou em Maiduguri, capital do estado de Borno. Acredita-se que a cidade será o próximo alvo da ofensiva terrorista.

O jornal The Guardian reportou que o Boko Haram proclamou um califado islâmico que abrange todos os territórios capturados pelo grupo na Nigéria. A imposição foi divulgada pelo chefe da organização, Abubakar Shekau, dois meses após os terroristas do Estado Islâmico (EI) terem aplicado as leis radicais islâmicas (sharia) às áreas que estão sob o seu poder na Síria e no Iraque. Em seu pronunciamento, Shekau declarou que as regiões com a presença do Boko Haram também serão governadas com a rigorosa legislação islâmica.

Saiba mais:

Boko Haram, o terror que ameaça a maior economia da África

Sob o temor de sofrer uma nova ofensiva, o governo de Maiduguri decretou um toque de recolher para impedir a infiltração de terroristas no município. A insurgência de cinco anos do Boko Haram foi intensificada nos últimos meses, após os terroristas dominarem territórios substanciais e expandirem o horror para as grandes cidades da região central da Nigéria, incluindo a capital nacional Abuja. Em abril, o grupo jihadista provocou revolta internacional ao sequestrar mais de 200 meninas em Chibok, também em Borno. A maioria das garotas segue desaparecida.