Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barcelona: polícia relaciona atropelamento com explosão em casa

A detonação em uma casa residencial em Alcanar deixou uma pessoa morta e sete feridas

A polícia da Catalunha relacionou o atentado com atropelamento desta quinta-feira com uma explosão que atingiu uma casa residencial na noite de quarta. O incidente aconteceu no município de Alcanar, a 200 quilômetros de Barcelona, e deixou uma pessoa morta e sete feridas.

Segundo o major da polícia da Catalunha, a explosão tem algum tipo de relação com o ataque na avenida La Rambla desta quinta, que deixou treze mortos e mais de 100 feridos. A polícia, no entanto, não deu mais detalhes sobre o vínculo entre os dois ocorridos e afirmou estar investigando os casos com mais profundidade.

Inicialmente, acreditava-se que a detonação em Alcanar fora causada por um vazamento de gás, mas agora a hipótese está sendo revisada. Durante as buscas nos escombros, foram encontrados restos humanos, que as autoridades creem pertencer à vítima fatal do incidente. Contudo, não descartam a possibilidade de a explosão ter deixado dois mortos.

Barcelona – Uma van atropelou uma multidão na principal avenida turística de Barcelona, deixando treze mortos e mais de 100 de feridos. O ataque foi classificado pela polícia como ato terrorista.

A polícia da Catalunha prendeu dois suspeitos que estão ligados ao incidente, porém nenhum deles é o motorista do veículo usado no atropelamento. Inicialmente, um dos suspeitos havia sido identificado como Driss Oukabir pela imprensa, mas algumas horas depois o verdadeiro Oukabir se apresentou às autoridades para esclarecer que seus documentos foram roubados e que ele não tem nenhuma ligação com o ataque.

Os dois indivíduos detidos nesta quinta ainda não foram identificados. O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque, segundo a agência de notícias Amaq, ligada aos extremistas. A informação ainda não foi confirmada oficialmente.