Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Atentados no Iraque deixam 17 mortos

Por Spencer Platt 14 set 2011, 07h16

Pelo menos 17 pessoas, entre elas dois soldados e cinco policiais, morreram nesta quarta-feira em três atentados no Iraque contra as forças de segurança.

O ataque mais violento aconteceu em Madhattya, ao leste de Hilla, 95 km ao sul de Bagdá, onde morreram 13 pessoas, incluindo três policiais, duas mulheres e uma criança, informou o vice-governador da província de Babilônia, Sadek Rassul al-Mohannad.

O ataque foi executado com um carro-bomba estacionado perto de um restaurante muito frequentado por policiais.

Dois soldados faleceram e 10 ficaram feridos na explosão de uma bomba deixada em um ônibus que transportava militares para a base militar de Habbaniya, 80 km ao oeste de Bagdá.

Além disso, dois policiais morreram e um ficou ferido quando homens armados abriram fogo contra um posto de controle no bairro de Qahira, zona norte de Bagdá.

Na segunda-feira, 22 peregrinos xiitas, a maioria procedente da cidade sagrada de Kerbala e que viajavam para a Síria, foram assassinados na província de Al-Anbar em uma ação atribuída à Al-Qaeda pelo governo iraquiano.

Continua após a publicidade

Publicidade