Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Atentado do Estado Islâmico deixa dezenas de mortos na Síria

Vídeo registrou momento da segunda explosão, provocada por um vazamento de gás depois da detonação dos explosivos em um caminhão-bomba

Por Da redação
Atualizado em 4 jun 2024, 22h01 - Publicado em 27 jul 2016, 18h19

Ao menos 44 pessoas morreram e 140 ficaram feridas em um atentado na cidade síria de Qamishli, de maioria curda, perto da fronteira com a Turquia. O ataque foi reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

Em um comunicado divulgado nas redes sociais, o grupo disse que o ataque foi lançado por um suicida com um caminhão repleto de explosivos em resposta aos ataques contra a cidade de Manbij, um reduto do EI na província síria de Aleppo. A agência Amaq, um órgão de propaganda vinculado ao EI, informou que o alvo do ataque era um edifício do Estado-Maior das forças curdas em Qamishli.

LEIA MAIS:
Assassino de padre francês esteve preso por jihadismo
Coalizão internacional promove ofensivas contra redutos do EI no Iraque e na Síria

A milícia curda SDF (Forças Democráticas Sírias), com o apoio de bombardeios da coalizão internacional liderado pelos Estados Unidos, vem enfrentando longas batalhas e conquistado importantes vitórias contra os extremistas do EI no norte da Síria. Nos cinco anos de guerra no país, mais de 280.000 pessoas morreram e mais da metade da população foi obrigada a abandonar suas casas.

Destruição

O atentado desta quarta-feira foi o pior e mais sangrento já sofrido nesta cidade desde o início do conflito, em março de 2011. As imagens do ataque mostram uma zona devastada, repleta de escombros, e vários edifícios danificados.

Continua após a publicidade

Segundo testemunhas, um suicida que estava em um grande caminhão detonou seus explosivos perto de um posto de controle próximo a uma zona com vários edifícios da administração autônoma, instalados pelos curdos nos territórios que controlam no noroeste da Síria. Um dos imóveis abriga o organismo curdo de defesa.

Os primeiros relatos informavam sobre dois atentados, mas segundo fontes em Qamishli e do Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) a explosão do caminhão provocou uma segunda deflagração de um depósito de gás. Confira no vídeo abaixo o momento da segunda explosão (aos 40 segundos):

https://www.youtube.com/watch?v=CsnJuVloZgc

 

(Com AFP)

 

 

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.