Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Assassinatos na África do Sul superam mortes no trânsito

Por Da Redação 8 fev 2012, 14h51

Johanesburgo, 8 fev (EFE).- A África do Sul é o ‘único país do mundo que os assassinatos superam as mortes relacionadas com acidentes de trânsito’, assegurou nesta quarta-feira à Agência Efe Martin Rothchild, investigador do Instituto de Relações Raciais da África do Sul (SAIRR).

Segundo um estudo realizado pelo SAIRR, a taxa de assassinatos no país é de 31,9 para cada 100 mil habitantes, contra os 28,23 referentes às mortes nas estradas.

O relatório do SAIRR é baseado, entre outras fontes, nos números oferecidos pela Polícia da África do Sul e pelo departamento de Tráfico.

Os números divulgados comprovam que, entre 2010 e 2011, 15.940 pessoas foram assassinadas na África do Sul, enquanto 13.923 morreram nas estradas. No entanto, os homicídios premeditados no país se reduziram em 19,6% desde 2003.

Segundo o relatório anual da Corporação de Controle de Tráfico de Estradas da África do Sul, o número de acidentes fatais durante o ano de 2010 foi de 10.948, 2,69% a mais que no ano anterior.

A província do Cabo Oriental (sudeste) conta com a taxa mais alta de assassinatos para cada 100 mil habitantes (47,3), seguida do Cabo Ocidental (Cidade do Cabo), com 44,2. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade