Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Arquidiocese de Miami recebe pedidos para participar de visita do papa a Cuba

Por Da Redação 3 fev 2012, 15h08

Miami, 3 fev (EFE).- A Arquidiocese de Miami expressou nesta sexta-feira sua satisfação pelas solicitações de reserva para viajar a Cuba durante a visita do papa Bento XVI à ilha, e pela diversidade de católicos que fizeram seu pedido.

‘Não sabíamos o que esperar, mas estamos felizes com a resposta positiva das pessoas, não apenas da comunidade cubana, mas de outras comunidades latinas de católicos dos Estados Unidos, inclusive de não hispânicos de outras dioceses do país’, disse à Agência Efe um porta-voz de da Arquidiocese.

Dos mil pedidos recebidos para estar com o papa na sua visita à ilha de 26 a 28 de março, a Arquidiocese já avaliou 50 deles.

‘Recebemos muitas solicitações’, uma média de 70 por dia, ‘mas isso não significa que todas as pessoas possam ir’, já que as tramitações precisam do sinal verde das autoridades cubanas.

Nesse sentido, podem surgir problemas com algumas pessoas que nasceram em Cuba e talvez não tenham sua certidão de nascimento ou a cópia de seu passaporte.

O prazo de admissão de pedidos termina nesta sexta-feira às 17h no horário local (20h em Brasília), e a maior parte dos planos para viajar à ilha com a Arquidiocese ‘já estão avançados’.

Continua após a publicidade

A Arquidiocese pôs à disposição dos peregrinos um plano que inclui três tipos diferentes de reserva, com alojamento e manutenção: o primeiro pacote custa US$ 1.645 por pessoa, em um hotel de primeira categoria; o segundo, US$ 1.585, e o terceiro, em hotel de categoria inferior, US$ 1.285.

Todos os planos incluem, além do bilhete de voo, seguro médico, taxas de aeroportos, transporte em ônibus de Santiago a Havana, almoço em Santiago e um café da manhã no avião.

Os requisitos exigidos aos nascidos em Cuba para a obtenção de um visto são mais prolixos e caros.

Todos os trâmites da viagem estão sob responsabilidade de uma agência de viagens autorizada pelo Departamento do Tesouro dos Estados Unidos para realizar voos a Cuba.

Esta é a segunda visita de Bento XVI à América Latina (ele esteve no Brasil em 2007) e a primeira a países de fala espanhola na região.

Bento XVI, de 84 anos, chegará a Santiago de Cuba dia 26 de março, procedente do México. Sua viagem coincidirá com o Ano Jubilar para festejar o 4º centenário do encontro da imagem de Nossa Senhora da Caridad del Cobre, a padroeira da ilha. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade