Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Após 34 anos da sentença, serial killer é executado na Flórida

Nos anos 80, Robert 'Bobby' Long foi condenado por estuprar e matar pelo menos oito mulheres na região de Tampa

Por Da Redação - Atualizado em 24 maio 2019, 07h12 - Publicado em 24 maio 2019, 02h25

O serial killer Robert “Bobby” Long foi executado, nesta quinta-feira 23, no estado americano da Flórida, 34 anos depois de ser sentenciado à morte por estuprar e matar pelo menos oito jovens mulheres na região de Tampa. Long, de 65 anos, recebeu uma injeção letal na prisão estadual de Raiford.

“A execução se deu sem incidentes”, informou Michelle Glady, diretora de comunicações do Departamento Correcional do estado.

O serial killer foi sentenciado à morte em setembro de 1985 por assassinar uma mulher um ano antes. Desde então, conseguiu recorrer diversas vezes para adiar sua execução.

Durante a investigação, Long confessou ter matado outras sete mulheres e cometido diversos estupros. Esta foi a oitava execução realizada este ano nos Estados Unidos.

Publicidade

(Com AFP)

Publicidade