Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ahmadinejad diz que Irã não retrocederá nem um milímetro em seus direitos

O Irã não retrocederá nem um milímetro em seus direitos nucleares inalienáveis, afirmou nesta quinta-feira o presidente iraniano Mahmud Ahmadinejad, na véspera do reinício das discussões entre Teerã e as grandes potências sobre seu programa nuclear.

“Saibam que a nação iraniana será firme em seus direitos fundamentais, e que nem a pressão mais dura a fará ceder”, enfatizou durante um discurso citado pela agência oficial IRNA.

“Aconselho a todos os inimigos (do Irã) e a as potências arrogantes que mudem seu comportamento em relação a esta nação”, acrescentou o presidente durnte uma viagem à província de Hormozgan, no Golfo Pérsico.

O Irã confirmou na segunda-feira a retomada das negociações com as grandes potências sobre seu controverso programa nuclear, no próximo sábado na Turquia, com uma segunda etapa de conversações em Bagdá.

Na semana passada, Teerã afirmou que não desejava a retomada das negociações na Turquia, após 15 meses de interrupção em protesto pelo apoio de Ancara à oposição armada na Síria.

O porta-voz de Catherine Ashton já havia anunciado a reunião entre o Irã e as potências reunidas no grupo 5+1 (Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, China, Rússia e Alemanha) no sábado em Istambul.

As últimas negociações entre o Irã e o grupo 5+1 (Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, China, Rússia e Alemanha) aconteceram em Istambul em janeiro de 2011 e terminaram sem resultados.

Estados Unidos e União Europeia adotaram sanções petroleiras contra o Irã. Os países ocidentais suspeitam que Teerã queira produzir armamento atômico, apesar dos desmentidos.