Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aviões militares russos aterrissam no principal aeroporto da Venezuela

Segundo jornal El Nacional, quase uma centena de militares russos chegaram a Caracas com 35 toneladas de material não especificado

Duas aeronaves militares de bandeira russa aterrissaram no aeroporto internacional de Maiquetía, o principal da Venezuela, informaram neste domingo a imprensa local e um parlamentar da oposição. De acordo com o jornal El Nacional, quase uma centena de militares russos chegaram à Venezuela com 35 toneladas de material não especificado, sob o comando do general Vasilly Tonkoshkurov.

O motivo da visita não foi divulgado, mas Venezuela e Rússia anteciparam em dezembro do ano passado que ativariam “mesas de trabalho conjunto” para elevar a capacidade de defesa do país sul-americano diante de possíveis ataques. Uma esquadrilha de aviões militares russos, entre eles dois bombardeiros estratégicos Tu-160, capazes de transportar armas nucleares, participaram de exercícios militares conjuntos aos quais a Venezuela chamou de “voos operacionais combinados”.

Nenhuma autoridade venezuelana se pronunciou ainda sobre a nova presença de aviões militares russos em Caracas.

O deputado Williams Dávila informou pelo Twitter sobre a presença das aeronaves e alertou que o fato viola a Constituição venezuelana por não contar com a autorização do Parlamento, que é controlado pela oposição. “Depois não protestem se verem missões de outros países porque esta missão russa que está chegando viola a Constituição”, criticou o deputado.

A Rússia é um dos maiores aliados do presidente Nicolás Maduro, a quem apoia abertamente diante do desafio do líder do Parlamento, Juan Guaidó, que há dois meses se proclamou presidente interino e já é reconhecido por mais de 50 países, entre eles os Estados Unidos.

(Com agência Efe)