Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Udon é eleito o melhor restaurante oriental de Belo Horizonte

Ambiente animado e pratos inventivos são as apostas da casa, que conquista o tricampeonato

Não é tarefa fácil desbancar o Udon, que leva o terceiro prêmio consecutivo, liderando a disputa pela melhor cozinha oriental da capital. Com pegada contemporânea e clima badalado, a casa aposta em receitas que vão além da tradição japonesa. A maior parte delas é preparada pelo habilidoso time de cinco sushimen que trabalha atrás do balcão em cada uma das duas unidades. Saem de suas mãos pedidas como o sushi de vieira com shiitake ou com foie gras (R$ 42,00 a dupla de cada um). Outras sugestões são a lichia recheada com ikura, ovas de salmão (R$ 29,90 a dupla), o ceviche de peixe-branco com granita de tangerina (R$ 33,90) e o sashimi de salmão gravlax curado por 48 horas (R$ 47,90, com dez fatias). Para uma experiência completa, vale optar por um dos três menus degustação — o princesa masako (R$ 138,90) apresenta dezesseis sushis entre tradicionais e contemporâneos. Igualmente atraente, a seção de pratos quentes inclui uma lista de robatas, os espetinhos japoneses feitos em uma churrasqueira típica. A mais pedida é a de salmão com molho à base de cogumelos, azeite trufado e musseline de beterraba (R$ 61,90). A oferta etílica contempla oitenta rótulos de vinho e drinques, que costumam ser os preferidos do público. O watermelon spritz, uma mistura de gim, xarope de melancia, suco de limão, água tônica e canela em pau, custa R$ 33,90. Rua Gonçalves Dias, 1965, Lourdes,243-8004 (142 lugares). 18h/0h (sáb., dom. e feriados também 12h/16h); Estrada para Nova Lima, 403, Belvedere,3324-0052 (110 lugares). 18h/0h (qui. a sáb. até 1h). Aberto em 2008. $$$

2º lugar: Sushi Naka

Fundada há mais três décadas pelo casal de japoneses Osami e Setuko Nakao, a casa atualmente é comandada por seus três filhos: Mitiharo, Takai e Yoshitada Nakao. No balcão, o cliente pode assistir ao preparo cuidadoso dos sushis e sashimis, enquanto a cozinha executa pratos quentes. Um deles é o teishoku especial (R$ 145,00, para duas pessoas), combo que reúne sashimi, salmão grelhado, tempurá, gohan e outros acompanhamentos, uma das opções preferidas da clientela no jantar. De terça a sexta, no almoço, o executivo sai a R$ 85,00. Rua Gonçalves Dias, 92, Funcionários,3287-2714 (90 lugares). 11h/14h e 18h/23h30 (sáb. almoço até 14h30; dom. 11h/15h30 e 18h/23h30; fecha seg.). Aberto em 1988. $$

3º lugar: Kanpai

O ceviche kanpai mistura peixe branco, lula e camarão marinados em molho cítrico (R$ 23,90) e pode anteceder pedidas como o combinado que também é batizado com o nome da casa. Com vinte peças, a sugestão reúne sashimis, gunkans, sushis e makis, todos com salmão (R$ 69,90). A seção de ingredientes especiais tem o ebi haddock, que traz camarão envolto em lâminas de hadoque defumado com cream cheese e molho de ervas (R$ 23,90). Da ampla carta de drinques, o grand sour mistura saquê, limão-siciliano, refrigerante artesanal de gengibre, mel e licor de laranja (R$ 26,90). Rua Pium-í, 1122, Sion,3656-4621 (110 lugares). 18h/22h30 (qua. e qui. até 23h; sex. até 0h; sáb. 12h/16h e 18h/22h30). 2017. $$