Clique e assine a partir de 9,90/mês

Os melhores restaurantes variados de Goiânia

Os endereços estão no guia VEJA COMER E BEBER GOIÂNIA 2018/2019

Por Daniella Barbosa, Eula Lôbo, Thalys Alcântara, Taynara Borges e Thiago Rabelo - 14 jan 2019, 23h57

Bartolomeu

Especializado no preparo de assados artesanais, o restaurante passou por uma reforma recente e ganhou um novo paisagismo, com pés de limão-siciliano e de jabuticaba espalhados pelo salão principal. O cardápio traz carnes, massas, pizzas, saladas e entradas, como o bolinho de bacalhau assado (R$ 54,00, cinco unidades). Destaque para a costela de caranha assada na brasa, acompanhada de arroz com amêndoas (R$ 108,00, para três pessoas), e para a costela bartolomeu, assada em forno a lenha e coberta por alho (R$ 110,00, para três pessoas). Um pacote família serve costela para até seis pessoas (R$ 158,00). A adega possui cerca de 700 rótulos provenientes de sete países. O tinto argentino Brioso, da Susana Balbo, custa R$ 198,00. Rua 22, 69 (Galeria Pátio 22), Setor Oeste, ☎ 3215-4500 (450 lugares). 17/0h (sáb. e dom. a partir das 11h). Aberto em 2007. $$

Bistrô Sofia

De ambiente intimista e reservado, o antigo casarão é opção para um jantar especial a dois. De entrada, cai bem um steak tartare com chips de banana-da-terra (R$ 39,00), cuja receita leva filé-mignon, cebola e cebolete picadas, alcaparras, mostarda de Dijon, pimenta moída, gema de ovo e sal. O penne à prima donna (R$ 49,00), uma massa ao molho do queijo holandês que dá nome ao prato, vem na companhia de medalhões de filé bovino. De sobremesa, nenhuma outra bate o petit gâteau de doce de leite servido com sorvete de creme (R$ 15,00). Rua 1135, 453, Setor Marista, ☎ 3988-6005 (90 lugares). 18h/0h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2009. $$

Contemporane – 3º lugar na categoria Menu Executivo

O endereço, conhecido dos goianienses pelo requinte e charme, acaba de apresentar um cardápio novo. Uma das apostas para a entrada é o rosbife de filé-mignon de molho de chimichurri (R$ 47,90), guarnecido de flor de alho assado. Como prato principal, o camarão ao molho de queijo grana padano, servido com risoto de coco fresco e chips de coco, sai por R$ 79,90. A tradicional receita italiana do tiramisu (R$ 19,90) conquistou os clientes. Outra novidade, a happy hour traz um repertório de rock nacional e internacional ao vivo, às quartas e quintas, a partir das 19h30. Rua 1136, 379, Setor Marista, ☎ 3281-6268 (220 lugares). 11h30/15h e 18h/0h (sáb. 12h/1h; dom. 12h/16h; seg. só almoço até 15h). Aberto em 2001. Aqui tem iFood. $$$

Coralina

Integrado ao Mercure, o restaurante tem no menu pratos internacionais de grande aceitação. O líder de pedidos é o risoto de funghi com isca de filé-mignon, em tempero próprio da casa. Preparado no vinho tinto, custa R$ 58,00. Também cozida no vinho tinto, a paleta desfiada de cordeiro (R$ 58,00, 200 gramas) vem acompanhada de batata rústica, brócolis, confit de tomate de cereja e arroz. A carta de vinho tem dez opções. Os chilenos Alfredo Roca e Antares saem por R$ 77,00 e R$ 78,00, respectivamente. É oferecido ainda bufê de café, com frios, salgados, sucos e água de coco, por R$ 35,00. Avenida República do Líbano, 1613 (Hotel Mercure), Setor Oeste, ☎ 3605-7596 (180 lugares). 6h/22h30. Aberto em 2012. $$

Empório Piquiras

De menu requintado, o restaurante também funciona como um mercado gourmet, no qual se encontra uma variada gama de produtos. A refeição começa com a casquinha de frutos do mar, que leva camarão, lula, polvo e mexilhão (R$ 22,00). O medalhão da maria alice consiste em um medalhão de filé-mignon grelhado na manteiga de manjericão e trufado. Ainda traz batatas gratinadas ao creme de queijo brie e chips de batata (R$ 62,00). A garrafa do vinho argentino Kaiken Ultra Malbec, safra 2016, custa R$ 140,00. Sobremesa exclusiva, o piquiras junta morangos flambados em licor de laranja e sorvete de creme coberto por calda quente (R$ 21,00). Shopping Bouganville, Setor Marista, ☎ 3945-9900 (120 lugares). 8h/23h; Shopping Flamboyant, Jardim Goiás, ☎ 3920-2515 (450 lugares). 10h/0h. Aberto em 1986. Aqui tem iFood. $$

Kabanas Restaurante e Bar

Desde 2004, quando o empresário e sommelier Ricardo Siqueira abriu a primeira unidade do restaurante com o pai, Bolívar Siqueira, o estabelecimento se tornou um dos mais populares da cidade. Fazem sucesso pratos como o risoto de camarão, flambado no vinho branco e com um toque de molho pomodoro, manteiga e queijo grana padano (R$ 86,00). Em 2018, a unidade do Setor Bueno, em frente ao Parque Vaca Brava, ganhou uma brinquedoteca e o reforço do chef Edgar Cardos, vindo de Belo Horizonte para chefiar a cozinha. Já a do Flamboyant conta agora com um novo menu executivo assinado pelo chef consultor Willian Mateus. O steak tartare, preparado à mesa do cliente pelo maître, está entre as entradas mais pedidas pelos clientes. Leva filé-mignon picado, temperado com gema de ovo, mostarda de Dijon, alcaparras, picles, molho inglês, salsinha e cebola-roxa (R$ 79,00). A sugestão de sobremesa vai para o musse de doce de leite servido com crumble de cacau e amêndoa, mirtilo e creme de café (R$ 28,90). Avenida T-3, 2693, Setor Bueno, ☎ 3093-3393 (150 lugares). 17h/1h (sex., sáb., dom. e feriados 10h/2h; fecha seg.); Shopping Flamboyant, Jardim Goiás, ☎ 3922-3393 (130 lugares). 11h/15h e 17h/1h (sex. a dom. e feriados 10h/2h; seg. apenas almoço). Aberto em 2004. $$$

Las Nenas Bistrô

Inaugurada em 2015, a casa recebeu esse nome em homenagem à avó e à tia-avó da chef e proprietária Carolina Borges, de quem herdou a paixão pela culinária. Ela oferece as três refeições do dia, além de reservar espaço para um lanche da tarde, com bolos e doces. No café da manhã, não são servidos itens avulsos. O cliente escolhe entre quatro tipos de bandeja pronta. A chamada de la plancha (R$ 15,00), por exemplo, leva mamão coberto por sementes de chia, pão com manteiga ou requeijão na chapa, suco de tangerina, café coado puro ou com leite. No almoço, segue o sistema do prato feito, com três alternativas: caseiro (R$ 20,00), do chef (R$25,00) e vegetariano (R$ 30,00). Não há cardápio fixo e as opções do dia são anunciadas nas redes sociais. Tem boa fama o suco de coco (R$ 12,00), receita familiar jamais revelada. Avenida 136, 20, Setor Marista, ☎ 3088- 6070 (60 lugares). 7h30/23h (sáb. a partir das 9h; dom. e feriados 9h/15h). $

Madalena Gastrobar

O restaurante surgiu da ideia de unir um cardápio variado e sofisticado sem deixar de lado elementos de um bar, como proporcionar alternativas para o cliente petiscar em um ambiente leve. A iniciativa encontrou boa aceitação do público. Entre as opções de pratos, está o entrecôte com molho de mostarda de Dijon e pimenta-verde, acompanhado de risoto de queijo de coalho e bacon crocante (R$ 115,00). Já a porção de quibe de cupim, com oito unidades, sai a R$ 39,00. Para beber, uma indicação diferente é o 24 de outubro, drinque com gim, maracujá, licor de castanha-de-baru (típica do Cerrado), bitter e sour china (R$ 28,00). Rua 137, 42, Setor Marista, ☎ 3541-1920 (305 pessoas). 18h/1h. (sáb. a partir das 12h; dom. 12h/17h; fecha seg.). Aberto em 2018. $$$.

Meze Restaurante

O chef Henrique Ponte já era um dos mais renomados especialistas em gastronomia da cidade quando abriu o próprio restaurante com a proposta de utilizar vários elementos da cultura goiana. Não faltam produtos específicos do cerrado, como mamacadela, araticum, baunilha, amburana, mutamba, cagaita e outros. O cardápio é alterado a cada três meses, com algumas reinterpretações de receitas clássicas, como o arroz de rapa. O valor dos pratos é R$ 85,00, mas também há menu a preço fixo. O cliente pede uma entrada, um prato principal e uma sobremesa e paga R$ 125,00. Para beber, a casa conta com uma carta de vinhos com mais de 140 rótulos. Rua 1134, 73, Setor Marista, ☎ 3639-8665 (46 lugares). 19h30h/0h (fecha dom.). Aberto em 2015. $$

Nubah Restaurante Spirited Bar

A influência aqui é a cultura francesa, mas o lugar oferece um cardápio internacional, com misturas entre diversas culinárias. Prevalecem a italiana, a árabe, a brasileira e a regional. Uma das opções é o bufê, que conta com cerca de sessenta variações, que vão de cuscuz marroquino, caponata e guacamole a bacalhau ou filé nobre ao rôti de cranberry, por R$ 84,90 o quilo. De sobremesa, o petit gâteau com sorvete de amarenas custa R$ 26,90 e o cantaloupe com frutas marinadas, R$ 14,00. Alameda Dom Emanoel, 220, Setor Marista, ☎ 3999-0707 (120 lugares). 11h30/15h e 20h/0h (seg. só almoço). Aberto em 2016. $$

República da Saúde

Como o próprio nome diz, o objetivo aqui é atender um público mais preocupado com boa forma e vida saudável, com pratos leves, sem gordura e de forte teor nutritivo. O cardápio varia todos os dias, mas frequentemente são oferecidos frango, fuzilli sem glúten com brócolis, berinjela ao sugo, salada cremosa de banana com amendoim, rúcula com abacaxi e várias outras opções. Durante a semana, o valor fixo é de R$ 29,90, enquanto nos fins de semana o preço sobe para R$ 36,90. No período da noite, uma boa opção é o crepe africano, com lagarto desfiado, manjericão e catupiry (R$ 25,90). Além do bufê, há um empório de produtos naturais, uma padaria, um café e um espaço para eventos. Rua 89, 655, Setor Sul, ☎ 3942-6575 (200 lugares). 8h/21. Avenida T-1, 398, Setor Bueno, ☎ 3924-8606. 7h30/19h (sáb. 8h/15h). Aberto em 2008. Aqui tem iFood. $ .

Continua após a publicidade

RepubliKahs

Uma das mais recentes novidades gastronômicas da cidade, oferece ambiente charmoso e agradável, com cadeiras de madeira e iluminação leve. As influências do estilo são variadas e passam por cidades como Veneza, Nova York, Paris, Dubai e Rio de Janeiro. Pela manhã, uma variedade de cafés toma conta do espaço. Já entre o almoço e o jantar, duas opções disputam a preferência. Uma é o prato de mãe, com arroz, feijão, carne e salada, por R$ 19,90. Já a parmigiana de carne, com arroz e batata frita, sai por R$ 24,90. Avenida T-5, 1312, Setor Bueno, ☎ 99977-2797 (80 lugares). 8h/21h (qui., sex. e sáb até 0h; dom. a partir das 14h). Aberto em 2017. $

Rio Bahia Restaurante Bar

A casa é uma mistura do espírito carioca com uma pitada do tempero baiano. O acarajezinho, uma releitura do prato mais conhecido da Bahia, dá as boas-vindas ao cliente. São servidos em tachinhos de cobre dispostos em uma tábua de madeira (R$ 42,00, seis unidades). O forte do cardápio são pratos para ser compartilhados, como o camarão grelhado, oito peças grandes que chegam à mesa em uma cama de legumes puxados no azeite (R$ 74,00). O ambiente e a carta de bebidas são um convite à happy hour com os amigos. Destaque para o Copacabana, um drinque com vodca, kiwi, uva verde e hortelã, feito em um copo longo (R$ 25,00). Há ainda o almoço executivo durante a semana e a feijoada aos sábados. Rua 15, 700, Setor Marista, ☎ 3092-4342 (175 lugares). 11h30/15h e 17h/0h (sáb. sem intervalo até 1h; dom.11h30/16h; fecha seg.). $$

Terraço New York

Um dos restaurantes mais sofisticados da cidade, o espaço foi inspirado em ambientes da cosmopolita cidade americana. O cardápio também traz influências da culinária internacional. O risoto tailandês, com frutos do mar preparados dentro da metade de um abacaxi, está entre os mais pedidos (R$ 89,90). O camarão à brasileira inclui a abóbora japonesa cabotiá, molho de dendê, pimenta-de-cheiro e pimentão (R$ 89,90). Vem com risoto cozido no leite de coco e cas tanha-do-pará. O petit gâteau (R$ 22,00) é opção de sobremesa. A adega conta com cerca de oitenta rótulos de vinho, com destaque para o tinto francês La Chapelle de La Mission Haut-Brion (R$ 1280,00 a garrafa). Avenida 136, 797 (Edifício New York), Setor Marista, ☎ 3642- 4962 (180 lugares). 11h30/15h e 19h30/0h (sáb. e dom. 12h/16h e jantar até 1h; fecha seg.). Aberto em 2015. $$

Tribo Restaurante

Antes uma lanchonete, manteve sua especialidade, o açaí, usado em diversas receitas. Como a do tribomba, uma mistura da fruta amazonense com banana, amendoim, paçoca, guaraná em pó, ovo de codorna, ipê-roxo, mirantã, ginseng, jatobá e xarope de guaraná (R$ 14,80). O copo tradicional (250 mililitros) com granola sai por R$ 13,10 e o suco (500 mililitros), R$ 12,70. Ainda na linha saudável, o bacalhau da tribo traz peixe assado no azeite, com batatas, cebola, azeitona e ovos, guarnecido de arroz com brócolis ou alho (R$ 144,90). Entre as saladas, a preferida é a augustos, uma seleção de folhas da estação, fusilli, rosbife da casa (em conserva especial), mussarela de búfala e molho ranch (R$ 36,90). Rua 36, 590, Setor Marista, ☎ 3226-0100 (150 lugares). 11h/23h. Aberto em 1998. $$

Viela Gastronômica – 1º na categoria Menu Executivo

Situado no fim de uma ruela sem saída, o estabelecimento da empresária Flávia Torres convida a clientela a se imaginar em um casarão da Toscana, na Itália. Isso não será difícil, principalmente se você optar por jantar em uma das mesas espalhadas perto da piscina. Protegida por um toldo e repleta de plantas, a área externa é iluminada à noite por fios de luzinhas que conferem ao ambiente um inegável clima intimista. No entanto, é para provar o menu executivo, preparado pelo chef Geórgio Rocha no almoço de segunda a sábado, que a maioria visita o Viela Gastronômica. A R$ 49,90, ele inclui entrada, prato principal e sobremesa (sozinha, a segunda opção custa R$ 35,00, enquanto as outras duas, se vendidas à parte, saem por R$ 15,00 cada uma). Uma sequência possível começa com o steak tartare, traz o pirarucu grelhado com salada de arroz vermelho e molho de limão e termina com o pudim cremoso de queijo fresco com calda de goiabada. Outra boa combinação: cuscuz cremoso com mix de folhas seguido de nhoque de batata ao molho pomodoro com mussarela de búfala e manjericão frito e, para encerrar, churros com doce de leite e ganache de chocolate. Entre as opções à la carte, destacamse entradas como o carré suíno à milanesa com tomatinhos, rúcula e espuma de queijo de cabra (R$ 32,00) e pratos como o ossobuco cozido lentamente e servido com risoto milanês (R$ 64,00). Na carta de vinhos aparecem tintos italianos do naipe do toscano Falco Rosso (R$ 109,00). Em um dia de calor, partilhar uma refrescante jarra de clericot (R$ 65,00) ou solicitar uma taça de aperol spritz (R$ 25,00) são excelentes pedidas. Rua 136 D, 91, Setor Sul, ☎ 3541- 3263 (90 lugares). 11h30/15h e 19h30/0h30 (seg. e ter. só almoço; fecha dom.). Aberto em 2016. $$

Villa Maria Taberna Mediterrânea

Inaugurado em abril de 2018, o restaurante é um espaço aconchegante, cuja decoração e cardápio fazem referência à cultura e às culinárias mediterrânea e portuguesa. O bolinho de bacalhau (R$ 35,00, dez unidades), o rissole de camarão com limão-siciliano (R$ 16,00 a unidade) e a salada de polvo cozido no vinho tinto, com pimentão, azeitona, cebola e ervas (R$ 48,00), são algumas das opções de entrada. Em vez de pratos principais, as pizzas assadas no forno a lenha, de massa fina e ingredientes orgânicos. A predileta é a mediterrânea, com pimentão vermelho, cogumelo puxado no alho e azeitonas portuguesas (R$ 45,00, oito pedaços). Há ainda as doces, de chocolate com banana ou de frutas vermelhas (R$ 35,00 cada uma). Entre as bebidas, a sugestão vai para a jarra de sangria (R$ 22,00 a pequena e 35,00 a grande) A casa trabalha também com o chope da microcervejaria local Lola, nas versões puro malte (R$ 7,00) e IPA (R$ 8,00). Rua 21, 416, Setor Central, ☎ 3223-1087 (70 lugares). 18h30/0h (fecha seg.). Aberto em 2018. $$

Zoe Restaurante – 2º lugar na categoria Menu Executivo

Com o objetivo de proporcionar uma verdadeira experiência gastronômica, o restaurante aposta em receitas diferentes. Uma amostra disso é a formiga maniuara, colhida em uma tribo indígena e consumida crua para limpar o paladar antes das refeições. A cada semana o cardápio sofre variações, com opções de carne vermelha, peixes, massas ou pratos especiais para vegetarianos. A opção de duas etapas — entrada e prato principal — custa R$ 42,00, enquanto a de três etapas, com acréscimo da sobremesa, sobe para R$ 49,00. Como sobremesa, a torta de musse de cupuaçu, com chocolate amargo, sorvete de açaí e a mesma formiga, sai por R$ 29,00. Avenida T-13, 711 (Edifício Santorini), Setor Bueno, ☎ 3636-4152 (62 lugares). 12h/15h e 19h30/23h30 (sex. e sáb. almoço até 16h e jantar até 0h; dom. só almoço até 16h; fecha seg.). Aberto em 2017. $$

VARIADOS/BUFÊ

Antônia

Com novo cardápio e sem o “bistrô” no nome, a casa traz um menu rotativo, modificado a cada quinze dias. São sempre dez opções de prato executivo, como o fettuccine com iscas de filé ao molho cremoso de parmesão ou o risoto al mare, com frutos do mar. Custa R$ 42,90 por pessoa, com entrada, prato principal e sobremesa, como brigadeiro meio amargo, fitas de banana assada com canela, sorvete de coco e castanhas. Aos sábados, também é servida feijoada, com direito a duas caipirinhas, por R$ 89,00, para duas pessoas. Rua 1136, 42, Setor Marista, ☎ 3924-7720 (100 lugares). 11h30/15h. Aberto em 2013. $

Grego

Diariamente, o self-service oferece por volta de 120 itens diversos, entre saladas, carnes e sobremesas. Durante a semana, o filé à parmigiana é bastante disputado. Nos fins de semana, porém, o alvo maior passa a ser a variedade de frutos do mar, principalmente camarão, e também de peixes, como o bacalhau. O quilo custa R$ 43,90 de segunda a sexta, enquanto no sábado e no domingo, quando o restaurante recebe, em média, 1 400 pessoas por dia, vale R$ 53,90. Para acompanhar a refeição, há várias opções de suco por R$ 4,50. Rua C-257, 172, Setor Nova Suíça, ☎ 3259- 4080. 11h/14h30 (sáb., dom. e feriados até 15h30). Aberto em 1991. $

Panela Mágica

Já premiado, o bufê mantém o alto nível. Por pessoa, custa R$ 70,00, com sobremesa inclusa. Há grande variedade de produtos orgânicos. Os pratos executivos mudam a cada semana, com diversas opções, como moqueca de banana e risoto de quinoa. O filé à panela mágica, carne bovina acompanhada de arroz com brócolis e batata frita, sai a R$ 50,00. Além de almoço, o restaurante oferece mesa de café da manhã. Rua 137, 120, Setor Marista, ☎ 3945-4138 (77 lugares). 12h/15h (sáb. e dom. até 16h); Rua 13, 773, Setor Marista, ☎ 3223-6604 (75 lugares). 7h/11h e 12h/15h (sáb. e dom. café da manhã a partir das 8h e almoço até 16h). Aberto em 1977. $$

Rosas Cozinha e Sentimento

A ideia do estabelecimento é unir culinária e arte. A cada trinta dias, ele abriga uma exposição diferente, com telas de artistas goianos e de outros cantos do país. O ambiente aconchegante, com valorização da cultura local, conta com um cardápio diverso de carne vermelha, peixe e frango. Outro atrativo é um risoto especial a cada dia. Há também um grande número de opções para veganos, como mix de legumes grelhados, quibe e suflê de vegetais. O quilo custa R$ 59,90 durante a semana e R$ 79,90 aos sábados, contando a sobremesa. Para beber, há seis tipos de suco, todos por R$ 8,90. Entre os doces, está a musse de caramelo. Rua 2, 488, Setor Oeste, ☎ 3223-5676 (150 lugares). 11h30/14h30 (sáb. até 15h; fecha dom.). Aberto em 2014. $

Continua após a publicidade
Publicidade